Mozambique
MapoList


Liverpool e Sporting apuram-se para fase de grupos da Liga dos Campeões

O Liverpool marcou três golos em 12 minutos no primeiro tempo e garantiu uma vitória por 4 a 2 sobre Hoffenheim, no segundo jogo da etapa classificatória para a fase de grupos da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira. Também apurou-se o Sporting de Portu
@Verdade - Últimas

Liverpool e Sporting apuram-se para fase de grupos da Liga dos Campeões

O Liverpool marcou três golos em 12 minutos no primeiro tempo e garantiu uma vitória por 4 a 2 sobre Hoffenheim, no segundo jogo da etapa classificatória para a fase de grupos da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira. Também apurou-se o Sporting de Portugal de goleou o Steaua Bucharest, por 5 a 1. Emre Can marcou duas vezes para ajudar o Liverpool a obter a soma de 6 a 3 nas duas partidas, destruindo os sonhos do Hoffenheim de se classificar pela primeira vez. O Qarabag tornou-se no primeiro clube do Azerbaijão a chegar à fase de grupos, apesar de perder 2 a 1 para o Copenhague. Eles classificaram-se pelos golos marcados fora de casa após um empate agregado de 2 a 2. O Sporting marcou quatro golos no segundo tempo para vencer o FCSB, antigo Steaua Bucharest, por 5 a 1, depois de um empate sem golso no jogo da 1ª mão. O CSKA Moscou avançou com uma vitória por 2 a 0 sobre o Young Boys (3 a 0 no total) e um empate sem golos com o Slavia Prague foi suficiente para o Apoel Nicosia classificar-se (2 a 0).

Ex-presidente da Comissão da UA expulsa da zona do massacre na África do Sul

A ex-presidente da Comissão da União Africana (UA), Nkosazana Dlamini-Zuma, foi convidada a terça-feira a abandonar a zona do massacre de 2012 em Marikana, na África do Sul, por mineiros furiosos, constatou a PANA no local. Dlamini-Zuma, que pretende
@Verdade - Últimas

Ex-presidente da Comissão da UA expulsa da zona do massacre na África do Sul

A ex-presidente da Comissão da União Africana (UA), Nkosazana Dlamini-Zuma, foi convidada a terça-feira a abandonar a zona do massacre de 2012 em Marikana, na África do Sul, por mineiros furiosos, constatou a PANA no local. Dlamini-Zuma, que pretende candidatar-se às próximas eleições presidenciais na África do Sul, devia depositar um ramo de flores junto de uma colina onde 34 mineiros foram fusilados pela Polícia, quando ela foi expulsa do local com os seus guarda-costas por um grupo de mineiros que utilizavam camisolas com slogans sindicalistas. O quinto aniversário do massacre de Marikana, lembre-se, que ocorreu a 16 de agosto de 2012, foi comemorado na semana passada. Este incidente é considerado como o confronto mais mortal da história da África do Sul pós-Apartheid. O incidente começou com uma greve selvagem numa mina pertencente a Lonmin, na localidade de Marikana, situada perto de Rustenburgo, despertando a atenção da comunidade internacional na sequência de violentos confrontos entre a Polícia sul-africana, os membros da segurança do grupo Lonmin e os membros do Sindicato Nacional dos Mineiros (NUM), dum lado, e os grevistas do outro.

Governo “enterrou” mais meio bilião de meticais nas Linhas Aéreas de Moçambique

A promessa do Presidente Filipe Nyusi de “quebrar o mito” que as Linhas Aéreas de Moçambique são a companhia de bandeira parece não passar de intenção. É que o seu Governo avalizou, mais um, empréstimo de mais de meio bilião de meticais para a em
@Verdade - Últimas

Governo “enterrou” mais meio bilião de meticais nas Linhas Aéreas de Moçambique

A promessa do Presidente Filipe Nyusi de “quebrar o mito” que as Linhas Aéreas de Moçambique são a companhia de bandeira parece não passar de intenção. É que o seu Governo avalizou, mais um, empréstimo de mais de meio bilião de meticais para a empresa restaurar as suas operações e apoiar a tesouraria. Com mais este empréstimo ascende a 5,1 biliões as dívidas das LAM à banca nacional. Quando em meados de Abril último o Chefe de Estado visitou as LAM e constatou os resultados de más decisões tomadas ao longo de várias décadas, cada vez mais visíveis no serviço prestado aos passageiros, assegurou que o seu Governo iria “intervir”. “Vamos quebrar o mito de que somos bandeira. Podemos negociar para a bandeira ser de qualidade. Caso não vamos rebentar”, declarou Filipe Nyusi na ocasião sem precisar de que forma essa intervenção iria acontecer. Importa recorda que quando Nyusi assumiu o poder já as Linhas Aéreas de Moçambique estavam numa situação de falência técnica, apresentando capital próprio negativo no montante de 1.321.839.818 meticais, resultante de perdas acumuladas no montante de 4.058.057.985 meticais, e as suas responsabilidades correntes excediam os activo correntes, no montante de 1.507.041.177 meticais. Empréstimo de 553,8 milhões de meticais do Banco Nacional de Investimentos Para continuar a voar as LAM, de certa forma, pararam de honrar os seus compromissos com fornecedores, como aliás o @Verdade revelou, aumentando a sua dívida,entre 2014 e 2015, em mais 745,384,392 meticais o que colocou a atraso com fornecedores em 1,696,669,414 meticais. Outra solução foi renegociar os prazos de pagamentos vencidos das dívidas não correntes que tem no Banco Comercial e de Investimentos, Banco ABC, Moza Banco e no Millennium BIM. Entretanto a Conta Geral do Estado de 2016 revela que durante esse exercício económico o Governo emitiu uma Garantia bancária de “553,8 milhões de meticais à favor das Linhas Aéreas de Moçambique, relativo ao empréstimo no BNI(Banco Nacional de Investimentos) destinado à restauração de operações e apoio à Tesouraria da Empresa”. Somados o @Verdade apurou que este as LAM devem, em empréstimos não correntes, 3,8 biliões de meticais. A este montante, de acordo com o Relatório e Contas da empresa a que o @Verdade teve acesso, acrescem 1,3 biliões de meticais em empréstimos correntes que a ainda “companhia de bandeira” tem em dez instituições bancárias nacionais, entre eles o extinto Nosso Banco onde as LAM deviam mais de 61 milhões de meticais. Mercado de aviação civil moçambicano não é atractivo às grandes companhias Há muito tempo que a estatal da aviação civil excedeu a sua capacidade de endividamento, talvez por isso o novo financiamento tenha sido concedido pelo banco onde o Estado é accionista maioritário. Aliás o @Verdade entende que o Estado moçambicano, como accionista maioritário, poderá ter efectuado outras entradas de capital nas LAM por forma a sanar a situação de falência técnica que a empresa se encontrava no início de 2016. A Administração das Linhas Aéreas de Moçambique não esteve disponível para comentar as questões do @Verdade. Membros do Governo de Nyusi têm afirmado que a solução passa por encontrar um parceiro estratégico que traga não só o conhecimento do mercado da aviação mas também pujança financeira que falta à empresa, e ao Estado moçambicano, que é o maior accionista da empresa com 96% do capital. Especialistas do ramo de aviação civil ouvidos pelo @Verdade são unânimes em afirmar que as LAM não são atrativas para o investimento, algumas fontes sugeriram a companhia talvez pudesse ser vendida por uma valor simbólico tendo em conta o passivo, os poucos aviões que possui e o exíguo mercado moçambicano. É que embora o espaço aéreo nacional esteja aberto há vários anos tem sido pouco atractivo à entrada de novos grandes operadores de aviação civil, o @Verdade sabe o concurso público para alocação de rotas aéreas domésticas ficou quase deserto, concorreram apenas as companhias que já operam no mercado nacional.

Afrobasket feminino: Moçambique averba terceira derrota e não evita Angola nos “quartos”

As “Samurais” foram incapazes de vencer a sua congénere do Egipto, nesta quarta-feira(23), na última jornada do Grupo B do Campeonato Africano de Basquetebol que decorre no Mali, e vão ter de enfrentar a selecção de Angola nos quartos-de-final. Embo
@Verdade - Últimas

Afrobasket feminino: Moçambique averba terceira derrota e não evita Angola nos “quartos”

As “Samurais” foram incapazes de vencer a sua congénere do Egipto, nesta quarta-feira(23), na última jornada do Grupo B do Campeonato Africano de Basquetebol que decorre no Mali, e vão ter de enfrentar a selecção de Angola nos quartos-de-final. Embora Nazir Salé tenha tentado afastar a ideia que não era imprescindível vencer as egípcias a verdade é que as suas pupilas sabiam dessa necessidade para garantirem o 3º lugar e evitarem Angola na fase seguinte. Por isso Leia Dongue e companhia cedo começaram a contrariar as adversárias que no entanto assumiram o controle do jogo e venceram o 1º período por 32 a 19. As moçambicanas deram melhor réplica no 2º período, conseguiram reduzir a desvantagem para apenas 5 pontos, porém o Egipto jogava melhor e saiu para o intervalo com uma vantagem de 6 pontos. Voltaram melhor as egípcias que dilataram a vantagem para 17 pontos antes de Moçambique marcar os primeiros pontos do 3º período, tinham passado mais de 4 minutos. O Egipto continuou a controlar o jogo alargou a vantagem para 19 pontos. No tudo ou nada final as egípcias voltaram a impor-se e nem Leia Dongue nem Anabela Cossa conseguiram evitar a derrota, a terceira nas cinco partidas realizadas no Mali, que deixa a nossa selecção no 4º lugar do Grupo B. Nos quartos-de-final, que se jogam na sexta-feira(25), as “Samurais” vão enfrentar Angola, invicta neste Campeonato e apostada em chegar ao título que lhes foge desde Maputo em 2013, quando venceram justamente a nossa selecção na final.

Pai detido por violar a filha no Chimoio

Um cidadão está a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), em Manica, acusado de abusar sexualmente e ameaçar a própria de 13 anos de idade. O caso foi denunciado pelos vizinhos do indiciado, na semana passada, no bairro Musingaze, na ci
@Verdade - Últimas

Pai detido por violar a filha no Chimoio

Um cidadão está a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), em Manica, acusado de abusar sexualmente e ameaçar a própria de 13 anos de idade. O caso foi denunciado pelos vizinhos do indiciado, na semana passada, no bairro Musingaze, na cidade de Chimoio. António Armando, de 40 anos de idade, nega as acusações que pesam sobre si e desmentiu ainda a outra filha de 10 anos, que confirmou às autoridades policiais e aos vizinhos que o pai mantinha sempre cópula forçada com a irmã. A dada altura, a menina mais nova contou que, por vezes, nas noites, ouvia a irmã mais velha a implorar para que o pai a deixasse em paz. De pés juntos, o indiciado disse que nunca na vida estuprou a quem quer que seja e jamais faria isso com a sua filha, nem ameaçá-la. Segundo a Polícia, António mandava a filha mais nova embora de casa para poder violar sexualmente a mais velha. Otília Filipe, chefe do Gabinete de Atendimento à Mulher e Crianças Vítimas de Violência Doméstica, em Manica, disse que a miúda já foi submetida a exames e tratamento médico. Um expediente sobre o caso será remetido ao tribunal para julgamento, enquanto o cidadão permanece encarcerado. Pessoas mais próximas do acusado contaram que, por vezes, António recorria a uma lenha em brasa para ameaçar a vítima. “Ele dizia que iria queimar o sexo da miúda e lhe matar se negasse deitar com ele”.

Moçambola: campeões recuperam mais um ponto em Vilanculo

Os ainda campeões nacionais de futebol recuperaram mais um ponto na tabela classificativa ao empatarem nesta quarta-feira(23) no relvado da ENH, em jogo atrasado da 19º jornada do Moçambola de 2017. Com o resultado o Ferroviário da Beira “descolou” d
@Verdade - Últimas

Moçambola: campeões recuperam mais um ponto em Vilanculo

Os ainda campeões nacionais de futebol recuperaram mais um ponto na tabela classificativa ao empatarem nesta quarta-feira(23) no relvado da ENH, em jogo atrasado da 19º jornada do Moçambola de 2017. Com o resultado o Ferroviário da Beira “descolou” do Ferroviário de Maputo e “colou-se” à Liga Desportiva de Maputo na 6ª posição. Em mais uma partida atrasada, devidos aos seus compromissos na Liga dos Campeões Africanos, os “locomotivas” da Beira foram a Inhambane enfrentar os “hidrocarbonetos” que procuram o conforto da manutenção no principal escalão de futebol em Moçambique. Após uma primeira parte equilibrada os pupilos de João Chissano quiseram mostrar na 2ª parte que em casa eles é que mandam, mas os “beirenses” não facilitaram e a divisão de pontos acabou por imperar até ao apito final. Com este empate, o décimo na prova, a equipa de Rogério Gonçalves subiu para o 6º lugar com os mesmos pontos da Liga Desportiva de Maputo. Por seu turno a ENH consolidou a sua 9ª posição distanciando-se das equipas que lutam para não descer de divisão. A 20 pontos do líder é quase impossível ao Ferroviário sonhar com a revalidação do seu título, embora ainda tenha mais uma partida em atraso, diante do Costa do Sol. A classificação está assim ordenada: CLUBES J V E D BM BS P 1º União Desportiva do Songo 24 16 4 4 30 14 52 2º Costa do Sol 23 13 6 4 30 13 45 3º Clube de Chibuto 24 11 6 7 25 22 39 4º Ferroviário de Nacala 24 10 7 7 20 17 37 5º Desportivo de Nacala 24 8 11 5 19 14 35 6º Liga Desportiva de Maputo 24 9 7 8 30 26 34 6º Ferroviário da Beira 23 8 10 5 29 21 34 8º Ferroviário de Maputo 24 9 6 9 21 20 33 9º ENH FC de Vilanculo 24 7 10 7 24 20 31 10º Ferroviário de Nampula 24 5 14 5 19 18 29 11º Textafrica de Chimoio 24 7 7 10 21 25 28 12º Maxaquene 24 6 9 9 21 22 27 13º Chingale de Tete 24 7 5 12 25 36 26 14º 1° de Maio de Quelimane 24 6 7 11 24 34 25 15º UP Lichinga 24 5 7 12 12 22 22 16º AD Macuacua 24 3 6 15 12 38 15

Polícia desarticula assaltantes à mão armada e ladrões de viaturas em Manina e Inhambane

A Polícia da República de Moçambique (PRM) colocou 12 presumíveis assaltantes à mão armada e ladrões de viaturas fora de acção, na semana passada, nas províncias de Manica Inhambane, recuperou quatro armas de fogo e dezenas de munições. Em Manica
@Verdade - Últimas

Polícia desarticula assaltantes à mão armada e ladrões de viaturas em Manina e Inhambane

A Polícia da República de Moçambique (PRM) colocou 12 presumíveis assaltantes à mão armada e ladrões de viaturas fora de acção, na semana passada, nas províncias de Manica Inhambane, recuperou quatro armas de fogo e dezenas de munições. Em Manica, a corporação deteve, em duas operações, oito indivíduos de nacionalidades moçambicana e malawiana, que se dedicavam a assaltos com recurso a armas de fogo, uma das quais confiscada. Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da PRM, disse à imprensa que uma das quadrilhas que usava o referido instrumento bélico, do tipo AK-47 com três munições, era composto por cinco moçambicanos. A outra gangue era composta por três cidadãos de nacionalidade malawiana. Inácio Dina não avançou detalhes sobre o crime que cometido por estes forasteiros, mas precisou que nas suas incursões eles faziam-se transportar numa viaturas ora na posse da PRM. Na cidade da Maxixe, outros quatro indivíduos caíram também nas mãos das autoridades policiais por roubo de viaturas. Do grupo, faz parte um médico tradicional que supostamente submetia os seus comparsas a tratamentos com vista a lograrem sucesso nas suas incursões maléficas. Ainda de acordo com o agente da Lei e Ordem, foram apreendidas quatro armas de fogo, das quais uma AK-47, e três caçadeiras na cidade e província de Maputo, Manica e Tete. Para além destes instrumentos bélicos, a Polícia recuperou 45 munições de AK-47 e cartuchos de caçadeiras. No âmbito do combate à proliferação de combustível no mercado negro, foram apreendidos 658 litros deste produto, cuja maior quantidade era vendida algures em Nampula.

Um malawiano e dois moçambicanos detidos pela Polícia em Tete

Três cidadãos de nacionalidades malawiana e moçambicana encontram-se privados de liberdade, desde a semana finda, indiciados de roubo de viaturas e posse ilegal de duas armas fogo, das quais uma AKM e pistola. O forasteiro, de 38 anos de idade, responde
@Verdade - Últimas

Um malawiano e dois moçambicanos detidos pela Polícia em Tete

Três cidadãos de nacionalidades malawiana e moçambicana encontram-se privados de liberdade, desde a semana finda, indiciados de roubo de viaturas e posse ilegal de duas armas fogo, das quais uma AKM e pistola. O forasteiro, de 38 anos de idade, responde pelo nome de R. Agibu. Segundo a Polícia, a sua detenção aconteceu no posto de Mameme, distrito de Moatize, a caminho do Malawi. Na altura, o visado conduzia um carro alegadamente roubado na África do Sul, com a chapa de matrícula FK 79FH GP. O cidadão era procurado pela Polícia, há bastante tempo, e a sua prisão contou com a colaboração do delegado da Car Track em Tete, disse Lurdes Ferreira, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), naquele ponto do país. Sem avançar pormenores, Agibu disse que é apenas motorista da viatura em que se fazia transportar e o dono é um empresário malawiano. “Ele entregou-me todos os documentos do carro e pediu para levá-lo da África do Sul para Malawi, mas fui preso” quando faltava pouco para chegar ao destino, contou o cidadão, sem no entanto revelar a identidade do suposto proprietário. Ainda em Tete, a PRM deteve dois cidadãos identificados pelos nomes de L. Mofate, de 32 anos de idade, e J. Gabriel, de 41 anos de idade, por posse não autorizada de duas armas de fogo. Os acusados, detidos na vila de Moatize, são os mesmos que em Julho deste ano invadiram uma casa na distrito de Macanga e apoderaram-se m de dinheiro disse Lurdes Ferreira. Não se sabe onde os malfeitores adquirem as armas com as quais criar terror e até matam. Facto questionável, também, é que até as armas automáticas e de guerra do tipo AK-47, que são de posse exclusiva da PRM, abundam nas mãos de presumíveis criminosos.

Juiz do Tribunal dos Direitos Humanos defende responsabilização criminal das pessoas colectivas

O juiz do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, Paulo Pinto de Albuquerque, defendeu que não pode haver uma política criminal moderna sem a responsabilização criminal das pessoas colectivas. O magistrado português defendeu esta ideia, durante a palest
@Verdade - Últimas

Juiz do Tribunal dos Direitos Humanos defende responsabilização criminal das pessoas colectivas

O juiz do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, Paulo Pinto de Albuquerque, defendeu que não pode haver uma política criminal moderna sem a responsabilização criminal das pessoas colectivas. O magistrado português defendeu esta ideia, durante a palestra subordinada ao tema “Responsabilidade Penal das Pessoas Colectivas e Entidades Equiparadas”, promovida recentemente pela Associação Moçambicana de Juízes-AMJ, em parceria com a Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane-UEM e a Associação de Magistrados do Ministério Público. Durante a palestra realizada na Procuradoria Geral da República, o orador disse ser correcto assumir-se que a responsabilidade penal das pessoas colectivas é um instrumento fundamental na política criminal das sociedades moderna. Por esta razão, sustentou, é importante que Moçambique adopte este instrumento de responsabilidade criminal da pessoa colectiva, como aliás está preconizado no projecto de revisão do Código Penal actualmente em discussão no País. “Estive a estudar a proposta de revisão do Código Penal e parece-me ser um bom projecto, pois defende ideias correctas”, assegurou o magistrado português, assumindo que o mesmo regista um grande progresso em relação ao direito penal vigente. “Este projecto resolve dois problemas: o da omissão do Código Penal em relação à lista de crimes que podem ser atribuídos às pessoas colectivas, como também resolve a questão de se saber quais são as entidades públicas que podem ser responsabilizadas pelos crimes”, explicou, sustentando que estes dois pontos patentes, no Código Penal aprovado em 2014, ficarão resolvidos com a revisão do Código Penal ora em discussão. Intervindo também no evento, o presidente da AMJ, Carlos Mondlane, explicou que esta palestra enquadra-se no processo de reforma legal vigente em Moçambique. “Como é do domínio público, está neste momento em fase de revisão o Código Penal, o Código do Processo Penal e o Quadro de Execução de Penas em Moçambique. Por isso achamos ser a altura ideal de convidar o juiz Paulo Pinto de Albuquerque para vir a Moçambique discutir esta matéria da responsabilidade criminal das pessoas colectivas”, explicou. A respeito do tema, Carlos Mondlane disse que a responsabilidade criminal das pessoas colectivas tem implicações muito profundas, especificamente na possibilidade de fazer extinguir a própria pessoa colectiva que está a cometer o crime. Carlos Mondlane avançou que, quando se olha para a legislação penal actualmente em vigor no País, nota-se que o legislador não distinguiu que pessoas colectivas podem ser sujeitos do crime visto que, no meio delas, há pessoas colectivas de direito público e outras de direito privado. “Isto tem implicações. O Estado, por exemplo, é uma pessoa colectiva do direito público e, se o legislador diz que qualquer pessoa colectiva pode ser sujeito do crime, quer isto dizer que é possível responsabilizar o próprio Estado pelo cometimento de um determinado crime. Trata-se de uma aberração jurídica que entidades públicas sejam sujeitos de crime, até porque a pena proposta é de dissolução. Em todo o caso está de parabéns a Assembleia da República por nos permitir discutir matérias sensíveis a acautelar na reforma do Código Penal”, explicou.

Tempo quente volta ao Sul e mantém-se no resto de Moçambique nesta 5ªfeira

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quinta-feira(24) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula prevê-se céu pouco nublado localmente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais.
@Verdade - Últimas

Tempo quente volta ao Sul e mantém-se no resto de Moçambique nesta 5ªfeira

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quinta-feira(24) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula prevê-se céu pouco nublado localmente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a leste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala prevê-se céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a leste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo prevê-se céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de nordeste a leste fraco a moderado, rodando para sul soprando, por vezes, com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Máx ºC Mín ºC Maputo 32 14 Xai-Xai 30 13 Inhambane 25 14 Vilankulo 27 15 Beira 28 15 Chimoio 29 12 Tete 35 16 Quelimane 30 15 Nampula 31 17 Pemba 29 19 Lichinga 27 12

Em Angola, é hoje que tudo fica na mesma *

Em Angola o dia 23 de Agosto de 2017 marca o princípio do fim do reinado de José Eduardo dos Santos. As terceiras eleições desde o fim da guerra não terão a participação directa do actual Presidente que se afasta da primeira linha do poder. Para o su
@Verdade - Últimas

Em Angola, é hoje que tudo fica na mesma *

Em Angola o dia 23 de Agosto de 2017 marca o princípio do fim do reinado de José Eduardo dos Santos. As terceiras eleições desde o fim da guerra não terão a participação directa do actual Presidente que se afasta da primeira linha do poder. Para o suceder foi escolhido João Lourenço que se tornará, com quase toda a certeza, o novo Presidente de Angola. Nas ruas de Luanda, a esperança é constante. A crise económica e financeira dos últimos anos minou a forma como é visto Eduardo dos Santos e a sua família. Basta falar com as pessoas para perceber que exigem mudança. Será hoje? “Se queremos que tudo continue como está, é preciso que tudo mude”, vaticinava Tancredi, personagem do Gattopardo, obra de Tomasi de Lampedusa que relata a vida da decadente aristocracia italiana ameaçada pelo surgimento das ideias republicanas. Luanda também está decadente, mas não a sua aristocracia que cresceu à sombra da ‘eduardização’ da economia e do poder. A riqueza controlada pela família do ainda Presidente está para além do que se possa imaginar. Mas a saída de ‘Zedu’ do poder parece ter sido preparada ao pormenor de forma a haver garantias de que ele e os seus mantêm a sua esfera de influência. Nesta quarta-feira mais de 9 milhões de eleitores vão às urnas escolher João Lourenço, que juntamente com a sua mulher Ana Lourenço terão a ingrata tarefa de tentar mudar um país controlado pelos ‘dos Santos’. Há quem vaticine que a mudança “será um processo de ajustes, confuso e feio”. O diretor do programa para África do think tank Chatham House, Alex Vine, defendeu ainda, numa entrevista recente ao Público, que as alterações serão contudo “graduais, de forma a não ameaçar José Eduardo dos Santos”. Está prevista a existência de pelo menos 200 observadores internacionais nestas eleições mas desconhece-se em que condições poderão fazer o seu trabalho. A estas eleições concorrem o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), a Convergência Ampla de Salvação de Angola (CASA), o Partido de Renovação Social (PRS), a Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) e Aliança Patriótica Nacional (APN). A campanha encerrou na segunda feira com os principais candidatos a encherem Luanda de apoiantes: João Lourenço (MPLA), Abel Chivukuvuku (CASA) e Isaías Samakuva (UNITA). Com a certeza que Lourenço ganha, a grande incógnita é saber se Chivukuvuku consegue ter mais votos do que a UNITA. A Constituição angolana estabelece que as eleições gerais se realizam a cada cinco anos elegendo 220 deputados. O cabeça-de-lista pelo círculo nacional do partido ou coligação de partidos mais votado é automaticamente eleito Presidente da República e chefe do executivo. * Adaptado do jornal Expresso de Portugal

Napoli e Sevilla classificam para fase de grupos da Liga dos Campeões

O Napoli derrotou o Nice por 2 a 0 fora de casa e se classificou com tranquilidade para a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, etapa para a qual o Sevilla também avançou ao sofrer mais do que o esperado no empate de 2 a 2 em casa com o
@Verdade - Últimas

Napoli e Sevilla classificam para fase de grupos da Liga dos Campeões

O Napoli derrotou o Nice por 2 a 0 fora de casa e se classificou com tranquilidade para a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, etapa para a qual o Sevilla também avançou ao sofrer mais do que o esperado no empate de 2 a 2 em casa com o turco Basaksehir nesta terça-feira. O clube do sul da Itália venceu com gols de José Callejón e Lorenzo Insigne, num jogo em que mostrou bom toque de bola e avançou com 4 a 0 na soma das duas partidas. Já o Sevilla ficou em desvantagem de um golo, mas se recuperou no segundo tempo e selou a classificação com gols de Sergio Escudero e Wissam Ben Yedder e 4 a 3 na soma dos resultados do confronto. O Celtic também passou de fase apesar de ter perdido por 4 a 3 para o Astana em jogo disputado no Cazaquistão. O clube escocês fechou o confronto com 8 a 4 no resultado agregado.

Napoli e Sevilla se classificam para fase de grupos da Liga dos Campeões

O Napoli derrotou o Nice por 2 a 0 fora de casa e se classificou com tranquilidade para a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, etapa para a qual o Sevilla também avançou ao sofrer mais do que o esperado no empate de 2 a 2 em casa com o
@Verdade - Últimas

Napoli e Sevilla se classificam para fase de grupos da Liga dos Campeões

O Napoli derrotou o Nice por 2 a 0 fora de casa e se classificou com tranquilidade para a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, etapa para a qual o Sevilla também avançou ao sofrer mais do que o esperado no empate de 2 a 2 em casa com o turco Basaksehir nesta terça-feira. O clube do sul da Itália venceu com gols de José Callejón e Lorenzo Insigne, num jogo em que mostrou bom toque de bola e avançou com 4 a 0 na soma das duas partidas. Já o Sevilla ficou em desvantagem de um golo, mas se recuperou no segundo tempo e selou a classificação com gols de Sergio Escudero e Wissam Ben Yedder e 4 a 3 na soma dos resultados do confronto. O Celtic também passou de fase apesar de ter perdido por 4 a 3 para o Astana em jogo disputado no Cazaquistão. O clube escocês fechou o confronto com 8 a 4 no resultado agregado.

Ataques de coligação liderada pelos EUA mataram mais de 170 civis na Síria

Mais de 170 civis foram mortos em ataques liderados pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico na cidade síria de Raqqa na última semana, em um salto no número de vítimas desde o começo de uma ofensiva para expulsar os militantes há dois meses, afir
@Verdade - Últimas

Ataques de coligação liderada pelos EUA mataram mais de 170 civis na Síria

Mais de 170 civis foram mortos em ataques liderados pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico na cidade síria de Raqqa na última semana, em um salto no número de vítimas desde o começo de uma ofensiva para expulsar os militantes há dois meses, afirmaram fontes e um grupo de monitoramento da guerra. A coligação liderada pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico disse que ataques contra alvos militantes são conduzidos rotineiramente e que a alegação havia sido enviada às suas equipes para avaliação. O grupo de monitoramento Observatório Sírio para os Direitos Humanos afirmou que ao menos 42 pessoas, incluindo 19 crianças e 12 mulheres, foram mortas apenas na segunda-feira em ataques que destruíram prédios onde famílias estavam abrigadas. O Observatório, sediado no Reino Unido, disse que esse foi o maior número de mortes registrado em um único dia desde que as Forças Democráticas da Síria, grupo de militantes curdos e árabes apoiado pelos EUA, começou sua ofensiva em Raqqa em Junho, após uma longa campanha para isolar o Estado Islâmico dentro da cidade. Ex-moradores de Raqqa em contato com familiares que ainda residem na cidade confirmaram essa estimativa à Reuters. A coalizão liderada pelos EUA diz que é cautelosa para evitar mortes de civis nos seus bombardeamentos contra o Estado Islâmico, tanto na Síria como no Iraque, e que investiga todas as alegações.

CNE e partidos políticos defendem aplicação da lei para credibilizar eleições

Os partidos extraparlamentares e com assento na Assembleia da República (AR) voltaram a defender, na terça-feira (22), em Maputo, que os conflitos que caracterizam os escrutínios realizados em Moçambique resultam da fraca aplicação da legislação eleit
@Verdade - Últimas

CNE e partidos políticos defendem aplicação da lei para credibilizar eleições

Os partidos extraparlamentares e com assento na Assembleia da República (AR) voltaram a defender, na terça-feira (22), em Maputo, que os conflitos que caracterizam os escrutínios realizados em Moçambique resultam da fraca aplicação da legislação eleitoral e da ingerência, ao processo, de determinadas pessoas vinculadas às formações políticas representadas na Comissão Nacional de Eleições (CNE). Por sua vez, o órgão presidido por Abdul Carimo deu as mãos à palmatória e apelou aos partidos políticos – sem excepção – para que se envolvam com afinco na moralização dos indivíduos que protagonizam situações que mancham as eleições. No encontro que visava discutir, com as formações políticas, os “aspectos relativos ao código de conduta do mandatário e delegados de candidatura”, o presidente da CNE contou um episódio ocorrido nas últimas eleições na Ilha de Moçambique, província de Nampula. Segundo ele, um cidadão foi surpreendido na posse de três boletins de voto previamente preenchidos, dos quais um a favor da Renamo, outro para o MDM e outro ainda para a Frelimo. Carimo disse não perceber onde os referidos boletins foram apanhados, mas o certo é que isso coloca em causa a transparência do escrutínio. Sobre este assunto, José de Sousa, deputado do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), questionou – sem obter as devidas respostas – que punição tiveram as referidas pessoas encontradas com boletins de voto preenchidos e em que parte do país se encontram hoje. Luís Boavida, também do MDM, sublinhou que as querelas que surgem, mais que tudo entre o Governo da Frelimo e a Renamo, são consequência da má aplicação da legislação eleitoral. Neste contexto, ele sugeriu que se criasse um espaço no qual se possa debater as lacunas e os aspectos positivos que aconteceram nos anteriores pleitos eleitorais, e que possam servir de mote para se encontrar soluções efectivas. O presidente da CNE acolheu a ideia, porém, José de Sousa considerou que um exercício similar é inútil, porque os problemas já conhecidos. Que se aplique efectivamente a lei. “Talvez haja falta de vontade política (...)”, por isso, “é frequente haver boletins de voto [ilícitos] nas mãos de pessoas”, disse o deputado e rematou: “Há pessoas à solta a criar problemas” na época das eleições. André Magibire, deputado da Renamo, queixou-se da alegada falta de inclusão de técnicos da oposição no mapeamento em curso na autarquias. Felisberto Naife, director-geral do Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE), esclareceu que se trata está a efectuar o registo dos locais a serem abrangidos pelo recenseamento eleitoral (...). Mais elementos farão parte do trabalho em alusão. Para Miguel Mabote, presidente do Partido Trabalhista, os membros da CNE provêm dos partidos políticos e estes são parte interessada do processo eleitoral, o que retira independência, pois não é fácil ser, simultaneamente, parte do escrutínio e quer fazer cumprir a lei. Entre Agosto e Setembro deste ano, os membros dos órgãos de apoio da CNE e dos quadros e técnicos do STAE, central, provincial, distrital e de cidade – por província – serão submetidos à formação. As quintas eleições autárquicas agendadas para 10 de Outubro de 2018, enquanto as gerais terão lugar em 2019.

Afrobasket feminino: “Samurais” vencem RD Congo e sobem ao 3º lugar

A nossa selecção sénior feminina derrotou nesta terça-feira(22) a sua congénere da República Democrática do Congo, por 42 a 52 pontos, e ascendeu ao 3º lugar do Grupo B do Campeonato Africano de Basquetebol que decorre no Mali. As “Samurais” preci
@Verdade - Últimas

Afrobasket feminino: “Samurais” vencem RD Congo e sobem ao 3º lugar

A nossa selecção sénior feminina derrotou nesta terça-feira(22) a sua congénere da República Democrática do Congo, por 42 a 52 pontos, e ascendeu ao 3º lugar do Grupo B do Campeonato Africano de Basquetebol que decorre no Mali. As “Samurais” precisam de outra vitória, diante do Egipto, para evitarem Angola nos quartos-de-final. As congolesas abriram o placar e lideraram o marcador até uma bomba de Elizabeth Pereira fazer a cambalhota e colocar Moçambique na frente, saindo do 1º período a vencer por 7 a 16 pontos. A jogar pelo apuramento a República Democrática do Congo deu réplica e reduziu a desvantagem mas as moçambicanas controlavam o jogo e saíram para o descanso com uma vantagem de 5 pontos. Uma bomba de Anabela Cossa mostrou quem mandava na partida e embora as congolesas continuassem a dar alguma luta a nossa selecção manteve a vantagem no término do 3º período em 31 a 40 pontos. Leia Dongue mostrou a sua classe no derradeiro período e catapultou Moçambique para uma segura vitória, a segunda no Afrobasket e que colocou a nossa selecção no 3º lugar com os mesmo pontos do Egipto. Esta quarta-feira(23) as “Samurais” defrontam as egípcias, na última jornada da 1ª fase, e só a vitória interessa para manter a classificação e evitar a selecção 1ª classificada do Grupo A, que mais do que provavelmente será Angola, nos quartos-de-final.

Acidente de viação mata e fere em Xai-Xai

Duas pessoas morreram, das quais uma criança que regressava da escola e um professor, em consequência de um acidente de viação ocorrido terça-feira (22), na zona alta da cidade de Xai-Xai, província de Gaza. A criança perdeu a vida no local do acident
@Verdade - Últimas

Acidente de viação mata e fere em Xai-Xai

Duas pessoas morreram, das quais uma criança que regressava da escola e um professor, em consequência de um acidente de viação ocorrido terça-feira (22), na zona alta da cidade de Xai-Xai, província de Gaza. A criança perdeu a vida no local do acidente – protagonizado por um cidadão que se fazia ao volante de uma viatura com a matrícula AEK 399 MP, pertencente à empresa Televisa – e o docente momentos depois de ter sido socorrido para o Hospital Provincial de Xai-Xai. A criança foi colhida de surpresa numa paragem de transportes semi-colectivo de passageiro, onde se encontravam outras pessoas, cinco das quais também feridas. O professor estava afecto à Escola Primária Amílcar Cabral. Segundo Mendes Chogo, director clínico daquele hospital, o malogrado teve um traumatismo encefálico e várias fracturas no corpo. O veiculo despistou e o condutor não conseguiu dominá-lo, tendo feito outras vítima no local. Ao todo houve seis feridos, três dos quais em estado grave. O sinistro em causa deu-se defronte do Centro de Recrutamento Militar de Gaza, na Avenida Samora Machel. De acordo com a Polícia da República de Moçambique (PRM), naquele ponto do país, o carro colidiu contra uma motorizada, na qual se fazia transportar o docente falecido. Presume-se que o excesso de velocidade e o corte de prioridade estejam na origem deste desastre, mas há uma investigação em curso com vista a esclarecer o caso.

Supostos assaltantes ferem dois membros da Polícia e fogem no Niassa

Cinco supostos assaltantes à mão armada feriram, felizmente sem gravidade, dois agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM), durante numa operação de impedimento de assalto a uma residência, semana passada, na cidade de Cuamba, província do N
@Verdade - Últimas

Supostos assaltantes ferem dois membros da Polícia e fogem no Niassa

Cinco supostos assaltantes à mão armada feriram, felizmente sem gravidade, dois agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM), durante numa operação de impedimento de assalto a uma residência, semana passada, na cidade de Cuamba, província do Niassa. O crime, perpetrado com recurso a uma arma automática Avtomat Kalashnikov modelo de 1947, vulgo AK-47, ocorreu no bairro do Aeroporto e as vítimas foram socorridas para o Hospital Rural de Cuamba (HRC). Na tentativa de materializar os seus planos, os presumíveis bandidos, vestidos de fardamento das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), amarraram o guarda da casa assaltada. A instituição que tem como função garantir a segurança e a ordem públicas e combater infracções à lei tomou conhecimento da situação e despachou para o local alguns membros, dos quais dois foram feridos numa troca de tiros com os meliantes, de acordo com Alves Mate, porta–voz do Comando Provincial da PRM, no Niassa. Os bandidos, cujo paradeiro era desconhecido até ao fecho desta edição, não se apoderaram de nenhum bem, pois o dono da habitação comunicou a Polícia atempadamente, disse a agente da Lei e Ordem.

Assaltantes dum banco na Beira, que após prisão fugiram com outros reclusos, continuam a monte

Os dois presumíveis assaltantes detidos em conexão com o roubo de 28 milhões de meticais no Millennium Bim, na tarde de 30 de Junho passado, na cidade da Beira, e que mais tarde fugiram do Estabelecimento Penitenciário Provincial de Sofala na companhia d
@Verdade - Últimas

Assaltantes dum banco na Beira, que após prisão fugiram com outros reclusos, continuam a monte

Os dois presumíveis assaltantes detidos em conexão com o roubo de 28 milhões de meticais no Millennium Bim, na tarde de 30 de Junho passado, na cidade da Beira, e que mais tarde fugiram do Estabelecimento Penitenciário Provincial de Sofala na companhia de outros 15 reclusos, continuam em parte desconhecida. Porém, o Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) está a procurá-los, segundo a Procuradoria Provincial da República naquele ponto do país. Os reclusos foragidos dividiam as celas com os outros 15 indivíduos também a monte. Estes, apercebendo-se da oportunidade de estar em liberdade sem serem submetidos ao julgamento, “aproveitaram fugir”, disse Carolina Azarias, Procuradora Provincial-Chefe de Sofala. “Mas nós queremos advertir, mais uma vez, às pessoas que cumprem penas [mas estão em parte incerta] e aos seus familiares que sabem de que fugiram, para que se entreguem” voluntariamente às autoridades. Segundo a magistrada do Ministério Público, os dois indivíduos em causa foram presos na capital moçambicana e a sua transferência para a cidade da Beira – local onde cometeram o crime – custou dinheiro, diga-se em vão. Aliás, até hoje, nenhum tostão dos 28 milhões de meticais roubados naquele estabelecimento bancário foi recuperado, senão apenas alguns bens supostamente comprados com o valor em alusão, segundo explicou a fonte. “A Instrução preparatória já findou, só faltava remeter o processo ao tribunal para efeitos de julgamentos”, disse Carolina Azarias, a jornalista. Ela esclareceu ainda que no dia em que os implicados no assalto em questão fugiram, faltavam dois dias para o julgamento, situação de deixa as autoridades judiciais agastadas, pois o caso estava prestes a ser esclarecido. Contudo, o processo não será arquivado e a acusação prossegue, enquanto o SERNIC ocupa-se da neutralização dos supostos bandidos. Num outro desenvolvimento, a Procuradora Provincial-Chefe de Sofala comentou que no dia da fuga, os reclusos apoderaram-se de uma arma de fogo que tinha sido confiada a um guarda do Estabelecimento Penitenciário Provincial, e a mesma foi abandonada do lado de fora da cadeia, o que permitiu a sua recuperação. Há pessoas detidas em conexão com o caso, incluindo alguns guardas penitenciários, e em breve” será concluído o respectivo processo de instrução preparatória.

Ministra do Trabalho escala a província de Tete

A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, efectua de 23 a 25 do mês em curso uma visita de trabalho à província de Tete no quadro de monitoria e avaliação do grau de desempenho do Programa Económico Social (PES) da Administra
@Verdade - Últimas

Ministra do Trabalho escala a província de Tete

A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, efectua de 23 a 25 do mês em curso uma visita de trabalho à província de Tete no quadro de monitoria e avaliação do grau de desempenho do Programa Económico Social (PES) da Administração do Trabalho. Naquela província, a ministra visita a cidade de Tete e o distrito Marara onde irá proceder à entrega de uma Unidade Móvel mista de Electricidade e Serralharia, designada “Escola que Anda”. Já na cidade de Tete vai dirigir um Seminário sobre Legislação Laboral abarcando quatro temas: Regulamento do Trabalho em regime de Empreitada entre o empreiteiro de construção civil e complementares e os respectivos trabalhadores; Mecanismos de Contratação de Cidadãos de Nacionalidade estrangeira; Regulamento que aprova o licenciamento e funcionamento das Agências Privadas de Emprego e Regulamento do Trabalho Portuário. Ainda na cidade de Tete, Vitória Diogo, testemunhará a assinatura de contratos de trabalho entre candidatos ao emprego e empregadores, assinatura de memorandos de entendimento de estágios pré-profissionais e entrega de kits no âmbito da Iniciativa Uma Empresa Um Kit de Auto Emprego.

Frio de volta ao Sul nesta 4ªfeira, calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quarta-feira(23) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula prevê-se céu pouco nublado localmente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais.
@Verdade - Últimas

Frio de volta ao Sul nesta 4ªfeira, calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quarta-feira(23) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula prevê-se céu pouco nublado localmente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a leste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala prevê-se céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a sudoeste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo prevê-se céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a sudoeste fraco a moderado soprando, por vezes, com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Máx ºC Mín ºC Maputo 24 14 Xai-Xai 25 14 Inhambane 26 13 Vilankulo 26 12 Beira 27 14 Chimoio 28 11 Tete 35 16 Quelimane 32 13 Nampula 32 16 Pemba 29 18 Lichinga 25 9

Bombeiros resgatam duas crianças soterradas após terremoto no sul da Itália

Os bombeiros resgataram duas crianças que ficaram soterradas por mais de 14 horas após o terremoto de 4 graus de magnitude na escala Richter que sacudiu a ilha italiana de Ischia na noite desta segunda-feira. Os irmãos Mattia, de sete anos, e Ciro, de 11
@Verdade - Últimas

Bombeiros resgatam duas crianças soterradas após terremoto no sul da Itália

Os bombeiros resgataram duas crianças que ficaram soterradas por mais de 14 horas após o terremoto de 4 graus de magnitude na escala Richter que sacudiu a ilha italiana de Ischia na noite desta segunda-feira. Os irmãos Mattia, de sete anos, e Ciro, de 11 anos, foram resgatados na manhã desta terça-feira. Durante a madrugada, os bombeiros tinham salvado outro irmão, Pasquale, de sete meses. Os três foram levados imediatamente ao hospital da ilha e, segundo os médicos, estão em boas condições de saúde. Apesar de ter sido localizado ao lado do irmão, Ciro foi resgatado mais de duas horas depois de Mattia devido à grande quantidade de escombros em que estava preso. Toda a família, os pais e seus três filhos, ficou soterrada após desabar o edifício de dois apartamentos em que moravam no município de Casamicciola, no norte da ilha, o único que sofreu danos. A primeira a ser resgatada foi a mãe, que estava no banheiro, e em seguida o pai, que disse estar na cozinha na hora do terremoto. Durante a madrugada, os bombeiros também salvaram Pasquale, de sete meses, que foi levado ao hospital com a mãe, grávida de cinco meses do quarto filho, enquanto o pai esteve presente durante o trabalho de resgate dos outros dois meninos. «Milagre», escreveu no Twitter o Corpo de Bombeiros da Itália junto à foto do bebé retirado dos escombros. Durante toda a operação, a equipe de resgate manteve contacto para acalmar os meninos, que tinham se escondido de baixo da cama durante o terremoto. O tremor causou dois mortos: uma idosa que foi atingida por destroços que caíram da igreja em Casamicciola e uma mulher que foi localizada sob os escombros de sua casa. Outras 39 pessoas ficaram feridas, entre elas um homem de 44 anos que foi levado ao hospital Cardarelli de Nápoles em estado grave. Tanto os moradores como os turistas passaram a noite ao relento e muitos dos visitantes começaram a deixar a ilha aproveitando a saída dos primeiros barcos. O chefe da Defesa Civil da Itália, Angelo Borrelli, que foi até Ischia após o terremoto, explicou que há cerca de 2.600 desabrigados nas localidades de Casamicciola e Lacco Ameno.

Combates fazem seis mortos e 20 feridos na Somália

Pelo menos seis pessoas foram mortas e 20 outras ficaram feridas em combates entre as forças de segurança da localidade de Galguduud e as milícias tribais que instalaram barragens para exigir impostos nos arredores da cidade de Addabo, na Somália, anuncio
@Verdade - Últimas

Combates fazem seis mortos e 20 feridos na Somália

Pelo menos seis pessoas foram mortas e 20 outras ficaram feridas em combates entre as forças de segurança da localidade de Galguduud e as milícias tribais que instalaram barragens para exigir impostos nos arredores da cidade de Addabo, na Somália, anunciou esta segunda-feira a imprensa local. Citando testemunhas, a imprensa precisou que as duas partes estão a efetuar movimentos militares, suscitando a inquietude das populações que receiam a retomada dos confrontos. Combatentes do movimento al-Shabab perpetraram, por outro lado, um ataque na madrugada desta segunda-feira contra a cidade de Afgooye, situada a 30 quilómetros a sul de Mogadíscio, capital somalí, indicaram fontes de segurança, sem precisar se houve vítimas.

SELO: A polícia e as sentenças de morte: um alerta para todos - Por Franquelino Basso

Costuma-se dizer que o crime não compensa. Verdade ou não, o certo é que quem escolhe ser criminoso se sujeita a um destino tenebroso. E porque é assim, em todo mundo, Moçambique parece não ser excepção. A morte de um criminoso aqui não comove a ning
@Verdade - Últimas

SELO: A polícia e as sentenças de morte: um alerta para todos - Por Franquelino Basso

Costuma-se dizer que o crime não compensa. Verdade ou não, o certo é que quem escolhe ser criminoso se sujeita a um destino tenebroso. E porque é assim, em todo mundo, Moçambique parece não ser excepção. A morte de um criminoso aqui não comove a ninguém, até porque é uma morte que dá benefícios enormes à sociedade, pelo menos essa é a concepção da maioria. Será que é aceitável a execução de 7 pessoas de uma vez? Estamos todos expectantes do que têm a dizer os peritos de direito sobre isto. É certo que a polícia tem sido criticado com recorrência devido à sua má actuação e algumas vezes, mas muitas, por causa da apatia perante o crime. Por isso, talvez, tenha-se activado no seio policial um “modus operandi” carregado de fúria e crueldade ao matar logo de uma vez 7 homens supostamente criminosos. Isto pode até evitar, de algum modo, a recorrência de críticas em relação a apatia perante o crime mas, de todas as formas, principalmente agora, permanecerá a crítica da má actuação, pois, o trabalho da policia é, e sempre foi, prender os criminosos e não matá-los. Não sei nada sobre a política de perseguição e/ou imobilização dos criminosos mas, o certo é que dever-se-ia usar a arma como último recurso, mas também para imobilizar e não para matar, imagino que deve haver, nos centros de formações da nossa polícia, treinamento para atirar nas pernas, braços e noutros membros não vitais para evitar que o policia seja assassino, sim, isso mesmo, o assassino tem que ser bandido e não a nossa polícia, salvo se este for também bandido para matar sem escrúpulo e sem qualquer julgamento. Todos têm direito à defesa, até mesmo os bandidos e ladrões. Aliás, até porque quem diz que são bandidos, aqueles 7 mortos, é a própria polícia. E que garantias tem para assegurar que todos eles eram mesmo bandidos? Existe, certamente, alguma chance, por mais pequena que seja, de pelo menos um, dos 7 supostos bandidos, ser inocente. E o que dizem os entendedores da justiça é que “mais vale deixar um criminoso solto do que condenar um inocente”. Está frase parece simples mas chama a atenção para que se tenha muito cuidado quando se imputa responsabilidades sobre a prática de alguma ilicitude a alguém. A nossa polícia parece não saber que existe a presunção de inocência, que defende ser inocente todo o indivíduo acusado de prática de algum crime, até que se prove o contrário. E mesmo que se prove, não cabe à polícia sentenciar, porque para isso existem os tribunais. Por isso, para já, se não nos forem apresentadas as provas contra os 7 cidadãos executados, exige-se justiça com direito à exibição pública de quem fez as execuções. Será que não havia outras formas de imobilizá-los sem lhes tirar a vida? Por Franquelino Basso

Ministro Maleiane apela às Empresas Públicas e Participadas a funcionarem sem recorrerem ao ...

O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, sensibilizou nesta segunda-feira(20) os gestores das Empresas Públicas e Participadas pelo Estado a fazerem o seu salário como “reflexo da produtividade, e eu estarei muito feliz se todas as empresas p
@Verdade - Últimas

Ministro Maleiane apela às Empresas Públicas e Participadas a funcionarem sem recorrerem ao ...

O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, sensibilizou nesta segunda-feira(20) os gestores das Empresas Públicas e Participadas pelo Estado a fazerem o seu salário como “reflexo da produtividade, e eu estarei muito feliz se todas as empresas poderem funcionar sem recorrerem ao subsídio do Estado”. É que só nos últimos dois anos em que tutela o sector Maleiane pagou cerca de 3 biliões de meticais em subsídios às estatais que quase não geram receitas sequer para o seu próprio funcionamento. Muitas dessas empresas não têm contas consolidadas e nem sequer planos de negócios. No início de mais uma reunião de planificação do Instituto de Gestão das Participações do Estado(IGEPE) Raimundo Matule, o Administrador Executivo da instituição e porta-voz do evento, confirmou que as contas das empresas estatais não estão consolidadas. “(...)Nós precisamos de consolidar as contas, primeiro ao nível das empresas, porque várias empresas tem outras participações. As empresas têm que aparecer com o relatório consolidado, mas também a consolidação das contas no geral no IGEPE de modo a darmos à sociedade uma imagem completa daquilo que é o desempenho das empresas” começou por explicar Matule a jornalistas à margem do encontro que aconteceu nesta segunda-feira(21) em Maputo. De acordo com o Administrador Executivo do IGEPE está em estudo a implementação de contratos de gestão através dos quais os gestores passarão a ter bem claro quais são os compromissos “nas empresas em relação ao accionista maioritário, em relação ao Estado”, além disso, através desse contrato de gestão e de uma matriz de desempenho será criada uma “base de avaliação primeiro do desempenho da empresa como um todo e em segundo lugar da avaliação de cada um dos membros do Conselho de Administração de cada uma das empresas”. Além disso Raimundo Matule admitiu que neste momento “as empresas apresentam os relatórios de contas fora do período legalmente estabelecido, que é de 3 meses imediatamente à seguir ao fecho do exercício” e ainda revelou que “muitas empresas não têm sequer um plano de negócios”. Olhar a empresa estatal como contribuinte do Estado Entretanto, na abertura oficial do evento, o ministro da Economia e Finanças referiu que “é importante que as nossas empresas sejam competitivas, apostando na qualidade de bens e serviços que oferece ao consumidor, investindo igualmente em projectos rentáveis”. Adriano Maleiane disse aos gestores do IGEPE, das empresas Públicas e das Participadas pelo Estado que “a empresa não vale pelo seu passado ou pelo seu tamanho, vale sim pela qualidade dos seus colaboradores, dos gestores e, sobretudo, pela qualidade dos serviços que prestam ao público”. “É também nosso entendimento que o salário deve ser sempre reflexo da produtividade e eu estarei muito feliz se todas as empresas poderem funcionar sem recorrerem ao subsídio do Estado. Porque aí não estaremos a dar a nossa contribuição como empresa”, afirmou o titular da Economia e Finanças. Maleiane enfatizou que “o Estado olha para as empresas como uma fonte de onde ir buscar as receitas e não uma fonte onde vai gastar o dinheiro das contribuições dos impostos das pessoas” e concluiu que é necessário “olhar a empresa participada pelo Estado, a empresa pública como um modelo de gestão, de governação, sobretudo um exemplo como contribuinte do Estado”. Estado deu subsídios de cerca de 3 biliões nos últimos 2 anos O @Verdade apurou, no Relatório e Contas do IGEPE relativo ao ano de 2016, que somente dez, das 117 empresas sob a sua gestão, geraram cerca 8,8 milhões de meticais dividendos durante o exercício de 2015. Entre as restantes empresas que geraram prejuízos nove delas receberam mais de 1,3 bilião de meticais em forma de subsídio nesse ano. Já em 2016 as mesmas nove empresas voltaram a receber subsídios do Estado, que aumentaram para mais de 1,4 bilião de meticais. A Rádio e a Televisão públicas foram as maiores beneficiárias desses subsídio. Porém somam-se a estes subsídios outros biliões de meticais injectados pelo Estado na sua qualidade de accionista principal da Aeroportos de Moçambique, Linhas Aéreas de Moçambique, Electricidade de Moçambique, Correio de Moçambique, Emodraga, Banco Nacional de Investimentos, Empresa Moçambicana de Atum, Emopesca, Sociedade Moçambicana de Medicamentos, Fundação Malonda, Mozaico do Índico, Petromoc, Bolsa de Valores de Moçambique entre outras empresas. Montantes que o @Verdade não pôde apurar pois embora as empresas até produzam relatórios e contas, fora dos prazos com referiu Raimundo Matule, os mesmos não são tornados públicos como a lei preconiza. Outros divulgam somente as demonstrações financeiras sem os respectivos anexos tornando impossível verificar os detalhes de cada rubrica. Aliás o próprio Instituto de Gestão das Participações do Estado precisou de receber subsídios do Estado, mais de 114 milhões de meticais, para o seu funcionamento em 2015 e 2016.

Indivíduos desconhecidos assassinam mulher e ferem o filho em Quelimane

Uma mulher perdeu a vida e o seu filho sobreviveu aos maus-tratos a quem foram submetidos por um grupo de presumíveis bandidos, na semana passada, na cidade de Quelimane, província da Zambézia. O crime aconteceu durante a madrugada, no bairro Incídua. O
@Verdade - Últimas

Indivíduos desconhecidos assassinam mulher e ferem o filho em Quelimane

Uma mulher perdeu a vida e o seu filho sobreviveu aos maus-tratos a quem foram submetidos por um grupo de presumíveis bandidos, na semana passada, na cidade de Quelimane, província da Zambézia. O crime aconteceu durante a madrugada, no bairro Incídua. Os supostos bandidos, munidos de catanas, facas, paus e outro tipo de armas brancas, introduziram-se na residência da senhora e protagonizaram desmandos antes de cometer o homicídio. A crueldade da gangue foi de tal sorte que espectou uma faca no pescoço e nas axilas da mulher, tendo ela perecido no local. Agostinho Vidal, contou que antes de os malfeitores invadirem o domicílio onde a sua mãe se encontrava a dormir, eles trancaram as portas das casas próximas, por fora, no sentido de impedir qualquer tentativa de socorro às vítimas. Ainda de acordo com o jovem, quando ele ouviu a progenitora a implorar pela vida, nas mãos da ladrões, aproximou-se para perceber o que se passava. Nessa altura, foi imobilizado e espancado por um dos malfeitores que se encontrava escondido algures no quintal. Travou-se uma briga durante minutos a fio, a até que Agostinho conseguiu livrar-se do seu agressor. Este e os bandidos puseram-se em fuga, mas a cidadã já tinha perdido a vida. Paralelamente a este delito, na cidade de Nampula, província com o mesmo nome, a Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve nove indivíduos, acusados de cometimento de semear terror. Dois são indiciados de assaltos a residências com recurso a catanas. Nessa operação, os agentes da Lei e Ordem recuperaram nove catanas e outros instrumentos contundentes, supostamente usados pela gangue durante as suas incursões. Os visados assumem o crime que pesa sobre eles e alegaram que nunca feriram a ninguém, apenas usavam as catanas para ameaçar as vítimas e apoderavam-se dos seus pertences. Zacarias Nacute, porta-voz do Comando Provincial da PRM, em Nampula, disse a jornalistas que o grupo aterrorizava vários bairros da urbe. As autoridades disseram que estão no encalço de um integrante do grupo, supostamente a monte e suspeita-se que esteja em Maputo.

Moçambola: Costa do Sol vence derby mas União continua tranquila na liderança

O Costa do Sol venceu o derbi da capital moçambicana contra o Maxaquene mas não conseguiu aproximar-se da liderança do Campeonato Nacional de futebol pois em Lichinga a União Desportiva de Songo somou a sua 15ª vitória e manteve a vantagem de 7 pontos.
@Verdade - Últimas

Moçambola: Costa do Sol vence derby mas União continua tranquila na liderança

O Costa do Sol venceu o derbi da capital moçambicana contra o Maxaquene mas não conseguiu aproximar-se da liderança do Campeonato Nacional de futebol pois em Lichinga a União Desportiva de Songo somou a sua 15ª vitória e manteve a vantagem de 7 pontos. Na luta pela manutenção no Moçambola o Chingale, que saiu vitorioso nesta 24ª jornada, trocou de posição com o 1º de Maio, que foi derrotado no Chiveve. Dois golos de Nelson, um em cada metade do jogo, garantiram aos “canarinhos” da capital do país a vitória sobre os “tricolores” no derbi que abriu a jornada disputada no passado fim-de-semana. A equipa treinada por Antoninho Muchanga continua em queda livre e está a apenas 2 pontos da linha de despromoção. Contudo, apesar da vitória, a equipa de Nélson Santos não conseguiu encurtar distância para o topo pois os “hidroeléctricos” conquistaram mais uma vitória rumo a um inédito título nacional de futebol. A equipa de Chiquinho Conde, que não perde desde o início da 2ª volta, venceu no mal tratado relvado do estádio municipal 1º de Maio na capital do Niassa com golos de Gildo e Luís Miquissone, antes do intervalo. Binó marcou o golo de honra dos “pedagogos”. Quem conseguiu aproximar-se dos lugares cimeiros foram os representantes da cidade portuária de Nacala, o Ferroviário foi derrotar o Macuácua em Gaza enquanto o Desportivo quebrou a série vitoriosa dos “guerreiros” sob o comando de Artur Semedo. Um golo de Joseph, no 12 minuto da partida, garantiu a vitória dos “canarinhos” de Tete sobre os “muçulmanos” da Matola e ainda 3 importantes pontos na luta pela manutenção no Moçambola. O Chingale beneficiou-se ainda da derrota do adversário directo, os “trabalhadores” da Zambézia, que foram derrotados pelos ainda campeões nacionais no Chiveve. Eis os resultados da 24ª jornada: Maxaquene 0-2 Costa do Sol Ferroviário de Maputo 0-0 Ferroviário de Nampula Chingale de Tete 1-0 Liga Desportiva de Maputo Ferroviário da Beira 3-1 1ª de Maio de Quelimane AD Macuácua 1-3 Ferroviário de Nacala Desportivo de Nacala 2-1 Clube de Chibuto UP de Niassa 1-2 UD Songo ENH de Vilanculo 0-0 Textáfrica de Chimoio   A classificação está assim reordenada: CLUBES J V E D BM BS P 1º União Desportiva do Songo 24 16 4 4 30 14 52 2º Costa do Sol 23 13 6 4 30 13 45 3º Clube de Chibuto 24 11 6 7 25 22 39 4º Ferroviário de Nacala 24 10 7 7 20 17 37 4º Desportivo de Nacala 24 8 11 5 19 14 35 6º Liga Desportiva de Maputo 24 9 7 8 30 26 34 6º Ferroviário da Beira 22 8 9 5 29 21 33 8º Ferroviário de Maputo 24 9 6 9 21 20 33 9º ENH FC de Vilanculo 23 7 9 7 24 20 30 10º Ferroviário de Nampula 24 5 14 5 19 18 29 11º Textafrica de Chimoio 24 7 7 10 21 25 28 11º Maxaquene 24 6 9 9 21 22 27 13º Chingale de Tete 24 7 5 12 25 36 26 14º 1° de Maio de Quelimane 24 6 7 11 24 34 25 15º UP Lichinga 24 5 7 12 12 22 22 16º AD Macuacua 24 3 6 15 12 38 15

Condutores matam duas pessoas em Maputo

Duas pessoas perderam a vida em consequência de atropelamentos nas estradas nacionais número um e quatro (EN1/EN4), no passado fim-de-semana, no distrito de Marracuene e no bairro de Tsalala, na província de Maputo. No acidente de viação ocorrido no bai
@Verdade - Últimas

Condutores matam duas pessoas em Maputo

Duas pessoas perderam a vida em consequência de atropelamentos nas estradas nacionais número um e quatro (EN1/EN4), no passado fim-de-semana, no distrito de Marracuene e no bairro de Tsalala, na província de Maputo. No acidente de viação ocorrido no bairro de Tsalala, o automobilista colocou-se em fuga, abandonando o corpo da vítima na via pública. Até ao fecho desta edição desconhecia-se o paradeiro do protagonista do acto. No sinistro rodoviário ocorrido em Marracuene, o motorista imobilizou respondeu pelos danos causados ao malogrado e à sua família. A Polícia da República de Moçambique (PRM), na província de Maputo, disse, por intermédio do porta-voz Fernando Manhiça, que está no encalço do cidadão que atropelou e fugiu no sentido de ser responsabilizado. No distrito de Boane, um cidadão recolheu aos calabouços, acusado de abusar sexualmente de uma rapariga de 20 anos de idade. Segundo Fernando Manhiça, o crime foi cometido na companhia de um outro indivíduo, que até ao fecho desta edição era dado como foragido. Para lograrem os seus intentos, os supostos violadores primeiro embriagaram a miúda com bebida alcoólica.

Polícias expulsos por desonra à corporação

O Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM), na cidade de Maputo, expulsou três agentes por desvio de conduta e ainda processou-os disciplinarmente, o que segundo Bernardino Rafael deve servir de exemplo para os outros elementos que, eventualmen
@Verdade - Últimas

Polícias expulsos por desonra à corporação

O Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM), na cidade de Maputo, expulsou três agentes por desvio de conduta e ainda processou-os disciplinarmente, o que segundo Bernardino Rafael deve servir de exemplo para os outros elementos que, eventualmente, cogitem em desonrar a corporação. Não se sabe se a expulsão já lhes tinha sido previamente comunicada ou não. Entretanto, o certo é que os três visados, que estavam há três, quatro e seis anos de serviço, foram convidados a abandonar a corporação durante a habitual formatura matinal. Por razões não apuradas, um deles não se fez presente para ouvir o comandante Bernardino Rafael desejar-lhes “boa viagem”, bem como alertar que caso eles se juntassem aos criminosos, os colegas no activo estariam completamente prontos para combatê-los. Um é acusado de roubo de mais de 100 pendrives – um dispositivo constituído por uma memória flash e que possui a função de armazenamento de dados – no Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE), onde tinha sido afecto para garantir a segurança. Para Bernardino Rafael, um indivíduo a quem cabe a responsabilidade de garantir a segurança de uma instituição do Estado, que gere os processos eleitorais, não podia merecer uma outra sorte senão acabar “no olho da rua”. “Infiltraram-se na Polícia, vieram apenas para criar desordem e nos confundir para pensarmos que fossem polícias. Não o são. Infiltraram-se para roubar (...)”, disse o comandante. O outro ex-agente da Lei e Ordem, segundo a PRM, ausentou-se das esquadra onde estava afecto para fazer justiça pelas próprias mãos, agredindo fisicamente algumas pessoas indefesas, com as quais presumivelmente tinhas contas a acertar. Um outro policial é acusado de invadir uma residência, da qual retirou vários bens. Contra este e seus companheiros corre igualmente um processo-crime.

Adriano Maleiane: "Empresas participadas pelo Estado devem ser competitivas"

O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, instou aos gestores das empresas e instituições públicas e participadas pelo Estado a aprimorarem os mecanismos de implementação das reformas necessárias para o aumento da produção e da produtivida
@Verdade - Últimas

Adriano Maleiane: "Empresas participadas pelo Estado devem ser competitivas"

O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, instou aos gestores das empresas e instituições públicas e participadas pelo Estado a aprimorarem os mecanismos de implementação das reformas necessárias para o aumento da produção e da produtividade. De acordo com Adriano Maleiane, os gestores devem, igualmente, intensificar as acções de harmonização das ferramentas para o fortalecimento e consolidação dos mecanismos de supervisão e controlo das empresas, visando a redução do risco fiscal e o aumento do lucro. “É importante que as empresas e instituições públicas e participadas pelo Estado sejam competitivas, o que passa por apostar na qualidade dos bens e serviços que oferecem ao consumidor e investir em projectos rentáveis”, considerou o ministro, que falava na segunda-feira, 21 de Agosto, na abertura da reunião de planificação do Instituto de Gestão das Participações do Estado (IGEPE). O encontro, que tinha como objectivo aprimorar os mecanismos de planificação, prestação de contas e de responsabilização no sector empresarial do Estado, visando conferir maior transparência, bem como o aumento das receitas, acontece numa altura em que os indicadores macroeconómicos da economia dão sinais encorajadores, com uma taxa de crescimento na ordem dos 3% no primeiro semestre deste ano, desaceleração da taxa de inflação e a estabilidade cambial. Para Adriano Maleiane, esta conjuntura deve ser assumida como uma oportunidade para o sector empresarial do Estado fazer valer a sua capacidade criativa, procurando estabelecer melhores parcerias de negócios, bem como identificar projectos que possam, rapidamente, satisfazer as necessidades do mercado. Neste sentido, “cabe ao IGEPE a responsabilidade de monitorar, aconselhar e emitir recomendações visando o cumprimento dos objectivos de cada empresa, materializando, deste modo, os objectivos da terceira prioridade da nossa governação, que está ligada à criação do emprego, produção, produtividade e competitividade”. Por seu turno, Raimundo Matule, administrador executivo do IGEPE e porta-voz do encontro, explicou que o mesmo está aliado à implementação do terceiro objectivo do IGEPE para o presente quinquénio, atinente ao reforço dos mecanismos de supervisão e controlo. Para além deste objectivo, o IGEPE definiu como prioridades para este quinquénio a reestruturação das empresas, a revisão do quadro legal do sector empresarial do Estado e o aumento das receitas de capital. Relativamente à reestruturação das empresas, Raimundo Matule referiu-se, por exemplo, ao processo de fusão das empresas Telecomunicações de Moçambique (TDM) e Moçambique Celular (mcel), que está a ser dirigido por um conselho de administração composto por três membros. Este conselho de administração, nomeado para um mandato de 18 meses, deverá conduzir o processo de fusão do ponto de vista legal, económico-financeiro e tecnológico para servir um único propósito. No fim do processo, segundo Raimundo Matule, “contamos fazer a abertura de capital, através da busca de um parceiro estratégico que possa ajudar a desenvolver a nova empresa, fruto da fusão da TDM e da mcel”.

Ministério dos Transportes e Comunicações reúne-se em Conselho Coordenador

O Ministério dos Transportes e Comunicações realiza, de 23 a 25 de Agosto corrente, o seu XXXV Conselho Coordenador, no Município de Bilene, Província de Gaza, sob o lema “Por um sistema de Transportes, Comunicações e Meteorologia Seguro e Acessível
@Verdade - Últimas

Ministério dos Transportes e Comunicações reúne-se em Conselho Coordenador

O Ministério dos Transportes e Comunicações realiza, de 23 a 25 de Agosto corrente, o seu XXXV Conselho Coordenador, no Município de Bilene, Província de Gaza, sob o lema “Por um sistema de Transportes, Comunicações e Meteorologia Seguro e Acessível”. O evento tem como objectivo fazer o balanço da implementação das decisões do XXXIV Conselho Coordenador, realizado de 13 a 15 de Julho de 2016, na Cidade da Matola, bem como a produção de deliberações com vista à melhoria do ritmo de desenvolvimento do sector dos Transportes e Comunicações no País. O Balanço Intermédio do Plano Quinquenal do Governo (2015 - 2019), os desafios das áreas dos Transportes Públicos Urbanos e sector Aéreo, bem como a eficiência logística no Sector dos Transportes em Moçambique constituem temas de base a serem analisados com profundidade, neste encontro. Está igualmente prevista a reflexão sobre Segurança Rodoviária, Segurança Cibernética, Manutenção de Infra - estruturas do Estado, prevenção e combate à corrupção e HIV - SIDA no sector, processo de migração de radiodifusão analógica para digital, entre outras matérias. Os debates vão centrar-se na necessidade de o sector prover serviços de Transportes, Comunicações e Meteorologia, cada vez mais seguros e acessíveis aos cidadãos, tal como refere o respectivo lema - “Por um sistema de Transportes, Comunicações e Meteorologia Seguro e Acessível”. Participam no XXXV Conselho Coordenador dirigentes e quadros do Ministério dos Transportes e Comunicações, representantes dos Institutos e Empresas do Sector, Sindicatos, Associações dos operadores e outros convidados de instituições públicas e privadas.

Tempo quente no Sul, previsão de chuviscos na costa Centro nesta 3ª feira

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta terça-feira(22) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula prevê-se céu pouco nublado localmente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais.
@Verdade - Últimas

Tempo quente no Sul, previsão de chuviscos na costa Centro nesta 3ª feira

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta terça-feira(22) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula prevê-se céu pouco nublado localmente muito nublado. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a sudoeste fraco a moderado soprando, por vezes, com rajadas na faixa costeira. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala prevê-se céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvas fracas ao longo da faixa costeira da província da Zambézia. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de sueste a sudoeste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo prevê-se tempo quente com o céu pouco nublado passando a muito nublado ao entardecer na província de Maputo. Neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de nordeste a leste podendo rodar para sul fraco a moderado soprando, por vezes, com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Máx ºC Mín ºC Maputo 34 13 Xai-Xai 31 12 Inhambane 27 13 Vilankulo 27 12 Beira 28 18 Chimoio 24 11 Tete 32 18 Quelimane 27 18 Nampula 28 18 Pemba 31 21 Lichinga 23 11

África do Sul concede imunidade à Primeira Dama do Zimbabwe após conflito diplomático

O Governo sul-africano concedeu domingo imunidade diplomática à Primeira Dama do Zimbabwe, Grace Mugabe, após uma semana de tensão diplomática entre Pretória e Harare. Grace Mugabe fez manchete na imprensa com a violenta agressão que ela praticou co
@Verdade - Últimas

África do Sul concede imunidade à Primeira Dama do Zimbabwe após conflito diplomático

O Governo sul-africano concedeu domingo imunidade diplomática à Primeira Dama do Zimbabwe, Grace Mugabe, após uma semana de tensão diplomática entre Pretória e Harare. Grace Mugabe fez manchete na imprensa com a violenta agressão que ela praticou contra uma mulher sul-africana uma semana antes, no hotel Sandton. A imprensa soube que a vítima, uma empregada de mesa, sofreu um aborto depois de ser empurrada por Robert Mugabe Júnior, um dos filhos de Grace Mugabe, durante uma violenta altercação no hotel. A ministra sul-africana das Relações Internacionais, Maite Nkoana-Mashabane, indicou que a imunidade de Mugabe estava garantida Nkoana-Mashabane declarou ter considerado vários factores antes de tomar a sua decisão final. Segundo ela, há a necessidade de se preservar as boas relações entre os Governos na região da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) e, em particular, entre a África do Sul e o Zimbabwe, numa altura em que decorria a 37ª cimeira dos chefes de Estado e de Governo da SADC, encerrada domingo na África do Sul. A oposição oficial sul-africana, a Aliança Democrática (DA), indicou que vai exigir um inquérito parlamentar imediato sobre a cumplicidade do Governo que permitiu à Grace Mugabe «deixar o país para escapar a um processo penal ».

OBITUÁRIO: Ator e comediante Jerry Lewis morre aos 91 anos

Jerry Lewis, o famoso comediante da dos anos 50 e protagonista de «O Mensageiro Trapalhão» (1960) e «O Professor Aloprado» (1963), morreu neste domingo em Las Vegas aos 91 anos, segundo confirmou o escritório de seu agente. Em Junho
@Verdade - Últimas

OBITUÁRIO: Ator e comediante Jerry Lewis morre aos 91 anos

Jerry Lewis, o famoso comediante da dos anos 50 e protagonista de «O Mensageiro Trapalhão» (1960) e «O Professor Aloprado» (1963), morreu neste domingo em Las Vegas aos 91 anos, segundo confirmou o escritório de seu agente. Em Junho, o actor foi hospitalizado em Las Vegas após contrair uma infecção urinária, a última em sua longo histórico de problemas de saúde, como o enfarto do qual se recuperou em 2006. Lewis chegou à fama ao lado de Dean Martin, com o qual desde 1946 triunfou em todos os palcos para formar uma das duplas mais memoráveis do humor americano. Durante os dez anos seguintes, ambos protagonizaram vários filmes de humor como «A Amiga da Onça» (1949), «O Biruta e o Folgado» (1951), «Sofrendo da Bola» (1953), «Artistas e Modelos» (1955) e «O Rei do Laço» (1956), arrecadando milhões de dólares. Após anos de intenso trabalho e sucesso, as diferenças entre ambos começaram a surgir e, em 1956, após o filme «Ou Vai ou Racha», fizeram sua última aparição conjunta. Lewis afastou-se do cinema no final dos anos 60 e passou a dedicar-se ao seu programa beneficente anual de arrecadação de fundos para a distrofia muscular, coincidindo com o Dia do Trabalho nos Estados Unidos da América.

Ligue 1: Neymar bisa, dá assistências e sofre penalti em goleada do PSG

No primeiro jogo diante da própria claque no Parc des Princes, o atacante Neymar marcou dois golos, deu passes para outros dois e ainda sofreu um penalti, liderando a goleada do Paris Saint-Germain sobre o Toulouse por 6 a 2 neste domingo. A claque fez a fe
@Verdade - Últimas

Ligue 1: Neymar bisa, dá assistências e sofre penalti em goleada do PSG

No primeiro jogo diante da própria claque no Parc des Princes, o atacante Neymar marcou dois golos, deu passes para outros dois e ainda sofreu um penalti, liderando a goleada do Paris Saint-Germain sobre o Toulouse por 6 a 2 neste domingo. A claque fez a festa para assistir ao jogador mais caro da história vestir a camisa do PSG em casa pela primeira vez e não se decepcionaram. Com a ajuda de Di María, Daniel Alves e principalmente Cavani, o camisa 10 foi um líder de um show para os fãs. O atacante brasileiro apareceu pela primeira vez aos 13 minutos do primeiro tempo, quando recebeu de Daniel Alves e chutou de primeira no travessão. Porém, quem abriu o placar foi o Toulouse, com golo de Gradel, aos 17. Em mais um bom passe do lateral-direito, desta vez pelo alto, aos 25 minutos, Neymar cabeceou rente ao poste direito. Pouco depois, aos 30, o craque deu para Rabiot, que chutou em cima do guarda-redes, e ainda apareceu para completar no ressalto. O presente foi retribuído quatro minutos depois. O ex-atleta do Barcelona tabelou com Rabiot, que bateu de fora da área e virou a partida. Na segunda etapa, aos 24 minutos, a quipa dirigida por Unai Emery ficou com um homem a menos devido à expulsão de Verratti. Mesmo assim, continuou dominando, aumentou o ritmo e ampliou aos 29. Neymar sofreu penalti, Cavani cobrou e fez 3 a 1. Aos 33, Thiago Silva tentou cortar após desvio de um pontapé de canto de Julien e fez autogolo. A lamentação durou apenas alguns instantes, já que Pastore marcou o quarto, aos 36 minutos, em assistência de Di María, que foi acionado por Neymar. O brasileiro bateu o pontapé de canto aos 38 na medida para Kurzawa, que assinalou o quinto em bonito voleio. Aos 45, em golo típico de fim de pelada, Neymar brigou, driblou, ganhou de toda a defesa dos visitantes sozinho e fechou a conta com um toque rasteiro. Com três vitórias em três partidas, o PSG soma nove pontos e lidera o Francês no saldo de golos, superando Monaco e Saint-Étienne, que também têm 100% de aproveitamento. O Toulouse é 16º colocado, com três pontos.

Get more results via ClueGoal