Mozambique
MapoList


Chuvas moderadas a fortes em Nampula e Niassa neste domingo; 24º para Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a continuação de ocorrência de chuvas moderadas a fortes, acompanhadas de trovoadas e ventos moderados com rajadas nas províncias de Nampula e do Niassa até amanhã de domingo (21) com a possibilidade d
@Verdade - Últimas

Chuvas moderadas a fortes em Nampula e Niassa neste domingo; 24º para Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a continuação de ocorrência de chuvas moderadas a fortes, acompanhadas de trovoadas e ventos moderados com rajadas nas províncias de Nampula e do Niassa até amanhã de domingo (21) com a possibilidade de queda de granizos. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala o INAM prevê tempo fresco com céu pouco nublado localmente muito nublado. Chuvas fracas, podendo ocorrer em regime moderado na província de Zambézia, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de sueste fraco a moderado, soprando com rajadas. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo fresco a frio com céu muito nublado passando a pouco nublado. Ocorrência de chuvas fracas ou chuviscos locais. Vento de sueste a sudoeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 24 16 Xai-Xai 22 18 Inhambane 24 19 Vilankulo 25 17 Beira 27 20 Chimoio 23 15 Tete 29 21 Quelimane 28 22 Nampula 28 20 Pemba 31 23 Lichinga 19 13

Sábado fresco e com previsão de chuvas no Centro e Norte; 23º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este sábado (20) em Moçambique: as províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula éu geralmente muito nublado. Chuvas fracas locais, podendo ser moderadas a forte, acompanhada
@Verdade - Últimas

Sábado fresco e com previsão de chuvas no Centro e Norte; 23º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este sábado (20) em Moçambique: as províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula éu geralmente muito nublado. Chuvas fracas locais, podendo ser moderadas a forte, acompanhadas de trovoadas, principalmente em Niassa e Nampula. Vento de noroeste a sueste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado localmente muito nublado. Ocorrência de chuvas fracas localmente moderadas na província da Zambézia, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de sueste a leste fraco a moderado, soprando com rajadas na faixa costeira. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo fresco a ameno com céu pouco nublado passando a muito nublado em Maputo e Gaza, onde há ocorrência de chuvas fracas, podendo ocorrer em regime moderado, por vezes com trovoadas Vento de nordeste fraco a moderado, rodando para sueste soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 23 19 Xai-Xai 24 18 Inhambane 27 20 Vilankulo 28 20 Beira 28 22 Chimoio 27 17 Tete 35 23 Quelimane 32 22 Nampula 32 22 Pemba 29 23 Lichinga 28 17  

Autárquicas 2018: Lutero Simango acusa a imprensa de desacreditar e desestabilizar o MDM

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) associa a sua pesada derrota nas eleições autárquicas de 10 de Outubro em curso a uma suposta manipulação dos meios de comunicação para desacreditá-lo e desestabilizá-lo, desde o período pré-eleitoral.
@Verdade - Últimas

Autárquicas 2018: Lutero Simango acusa a imprensa de desacreditar e desestabilizar o MDM

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) associa a sua pesada derrota nas eleições autárquicas de 10 de Outubro em curso a uma suposta manipulação dos meios de comunicação para desacreditá-lo e desestabilizá-lo, desde o período pré-eleitoral. Na perspectiva de Lutero Simango, chefe da bancada parlamentar daquele partido, os cabeças-de-lista do “galo” esforçaram-se no máximo para “atrair a simpatia, confiança e o voto do eleitorado, numa situação em que o quarto (do)poder foi manipulado para desacreditar e desestabilizar o MDM”. As eleições ocorreram em “condições adversas e típicas da nossa realidade”, disse a fonte, para a qual em algum momento, a Polícia da República de Moçambique (PRM) comportou-se como parte mais interessada no processo e “violou todos princípios que tornar as eleições livres e justas”. Para além de ter havido uma presumível campanha para prejudicar o seu partido, durante todo o processo eleitoral, Lutero considerou ainda que a Comissão Nacional de Eleições (CNE) e o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) fizeram um trabalho sem brio, devido à sua “ligação umbilical com o Governo Central”. De acordo com ele, a CNE e o STAE não cumpriu o dever de realizar eleições com perfeição e sentido de responsabilidade. “Vimos o STAE a equipar-se no campo da batalha eleitoral em vez de assegurar a fiabilidade do manuseamento dos editais produzidos nas mesas de votação, de acordo com a escolha dos eleitores”. Aquele órgão, disse Lutero, que falava quinta-feira (18), na abertura da VIII Sessão Ordinária da VIII Legislatura da Assembleia da República (AR), deve abster-se de ser um departamento do Governo Central e “subordinar-se a CNE de forma real e efectiva”. Como solução do problema por ele constatado, propõe “uma revisão do pacote eleitoral” para sanar o que chama de “elementos nocivos a eleições transparentes, livres e justas”. A seu ver, as mexidas que sugere na actual legislação eleitoral permitiram a criação de “uma Comissão Nacional de Eleições profissionalizada, com autonomia administrativa e financeira”.

Autárquicas 2018: Renamo acusa a Frelimo de subversão da vontade popular para se manter no ...

As recentes eleições autárquicas tiveram demasiadas irregularidades, de tal sorte que “ninguém em sã consciência” podia ousar “afirmar que foram livres, justas, transparentes ou credíveis”, considerou, esta quinta-feira (18), a chefe da bancad
@Verdade - Últimas

Autárquicas 2018: Renamo acusa a Frelimo de subversão da vontade popular para se manter no ...

As recentes eleições autárquicas tiveram demasiadas irregularidades, de tal sorte que “ninguém em sã consciência” podia ousar “afirmar que foram livres, justas, transparentes ou credíveis”, considerou, esta quinta-feira (18), a chefe da bancada parlamentar da Renamo, Ivone Soares, na abertura da VIII Sessão Ordinária da VIII Legislatura da Assembleia da República (AR). Todavia, a Frelimo contrapõe e tece rasgados elogios aos mesmos órgãos eleitorais que diferentes segmentos da sociedade acusam de ter orquestrado uma pretensa viação do processo. Segundo a deputada, um escrutínio como o de 10 de Outubro em curso, prenhe de anomalias e vícios até certo ponto propositados, pode ser um indício de que “a Frelimo não quer que haja eleições em Moçambique. Quer governar roubando os votos que o povo deu à Renamo e aos outros partidos da oposição”. Para Margarida Talapa, chefe da bancada parlamentar da Frelimo, o país testemunhou a realização de um sufrágio “ordeiro, livre e transparente”, no qual os munícipes participaram massivamente. Tudo foi uma demonstração da “consolidação da democracia”. Face a estas declarações, Ivone Soares questionou, mesmo sem resposta, “que democracia é essa” que o partido no poder apregoa. Ela argumentou que “uma eleição com perda de vidas humanas, com violência policial, com resultados diferentes para a mesma cidade, com roubo de urnas pela polícia jamais será livre, justa, transparente e muito menos credível”. Se na óptica de Margarida Talapa os munícipes das 53 autarquias demonstraram uma forte consciência de cidadania e o seu cometimento com a paz e o desenvolvimento local, para Ivone Soares, as irregularidades que ocorreram na Matola, em Marromeu, Tete, Moatize, Alto Molócuè, Mocuba, Ribáue, entre outros, são os exemplos mais flagrantes da tentativa da Frelimo subverter a vontade popular e a soberana de eleger os seus representantes. “A grande farsa” que foi o processo eleitoral, cujos resultados definitivos deverão ser tornados públicos no dia 24 deste mês, “é prova inequívoca de que o Estado moçambicano está capturado pelo partido Frelimo. A Frelimo recorreu à fraude eleitoral para ganhar algumas autarquias”. Talapa entende que seja como for, e independentemente do que se diga, os eleitores confiaram no seu partido. Por isso, asseguraram-lhe vitória em 44 autarquias, contra “alguns dos partidos da oposição”.

Sinistralidade rodoviária provoca 25 mortos e quase 50 feridos em Moçambique

Pelo menos 25 pessoas morreram em consequência de igual de número de acidentes de viação, que causam igualmente 49 feridos graves e ligeiros, na semana passada, em algumas estradas de Moçambique. Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da Polícia d
@Verdade - Últimas

Sinistralidade rodoviária provoca 25 mortos e quase 50 feridos em Moçambique

Pelo menos 25 pessoas morreram em consequência de igual de número de acidentes de viação, que causam igualmente 49 feridos graves e ligeiros, na semana passada, em algumas estradas de Moçambique. Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), disse a jornalistas que, no período em alusão, as autoridades de fiscalização de trânsito registaram 13 atropelamentos e 10 casos do tipo despistes e choques envolvendo carros e motorizadas. O excesso de velocidade, a má travessia do peão e a ultrapassagem irregular foram as causas mais significativas na origem do drama a que a Polícia se refere. A Polícia de Trânsito (PT) confiscou 87 cartas 3 58 livretes devido ao cometimento de algumas irregularidades. Em Moçambique, de acordo com o Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC), a sinistralidade rodoviária ocorre com frequência no intervalo das 15h00 às 21h00, aos fins-de-semana, na cidade de Maputo e nas províncias de Maputo, Sofala e Nampula. As pessoas que protagonizam este mal são jovens e adultos, mormente do sexo masculino, com idades compreendidas entre 18 e 45 anos. Somos o quarto país com maior número de acidentes de viação na Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), com 32 óbitos em cada 100 mil carros. Dina disse que, ainda na semana finda, 35 indivíduos foram detidos por condução ilegal e outros nove por alegada tentativa de suborno aos agentes da PT. Na tentativa de se livrarem das acusações que pesavam sobre eles, os visados desembolsaram quantias que variam de 100 a 400 meticais, afirmou ele. Segundo ele, outras 164 pessoas caíram nas mãos da corporação “por prática de delitos comuns”.

@Verdade Editorial: Justiça falhada

Já faz precisamente um ano após o assassinato covarde e bárbaro do presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nampula, Mahumudo Amurane. Diga-se em abono da verdade que Amurane foi uma daquelas figuras que entrou na vida de milhares de nampulenses, e n
@Verdade - Últimas

@Verdade Editorial: Justiça falhada

Já faz precisamente um ano após o assassinato covarde e bárbaro do presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nampula, Mahumudo Amurane. Diga-se em abono da verdade que Amurane foi uma daquelas figuras que entrou na vida de milhares de nampulenses, e não só, com a mesma naturalidade dos parentes mais próximos. Ao longo do seu curto mandato, Mahumudo Amurane transformou positivamente a vida da cidade de Nampula e dos seus munícipes. Fez de Nampula uma das melhores cidades de Moçambique para se viver, mas infelizmente teve um final trágico. Na verdade, pelo brioso trabalho, não se poderia esperar uma sorte diferente, pois é sabido que somos um país que continua a apostar na desgraça. Exemplo disso, assistimos impávidos e serenos a Frelimo a desgovernar o país desde a Independência Nacional. Assistimos a Frelimo a alterar os resultados das eleições autárquicas de forma vergonhosa. Volvido um ano da morte de Amurane, um aspecto chama atenção: a justiça precária que se tornou uma marca registada do país. É deveras evidente a justiça desactualizada e falhada que impera no país. Para lançar areia nos olhos dos moçambicanos, o Serviço de Investigação Criminal ao longo da semana constituiu 10 arguidos, entre eles membros seniores do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), no âmbito das investigações sobre o assassinato do eterno edil de Nampula. De certeza nada de novo foi apresentado, ou seja, nada que relance a esperança dos nampulenses em ver os culpados por esse bárbaro acto a serem exemplarmente punidos. Apenas viu-se mais uma peça de teatro habilmente encenada para os moçambicanos acreditarem que existe vontade política e judicial para se chegar aos autores e puni-los pelo crime que chocou os moçambicanos em pleno dia da paz. Supostamente após concluir todas as diligências, o Serviço Nacional de Investigação Criminal remeteu à Procuradoria Provincial de Nampula o processo relativo ao assassinato do antigo edil de autarquia de Nampula. Segundo àquele organismo atrelado a Polícia da República de Moçambique, as conclusões remetem a desentendimentos intrapartidários. Não é preciso ser perito na matéria para chegar a essa estapafúrdia conclusão. Aliás, é de conhecimento de todos que existia algum desentendimento intrapartidário, até porque várias vezes Amurane veio a público denunciar esse facto. Portanto, o que se pode depreender de toda essa situação é que a justiça moçambicana é propositadamente falhada e desactualizada.

Presidente Nyusi saúda os obreiros da vitória do partido Frelimo nas Autárquicas: CNE, STAE e PRM

O presidente do partido Frelimo saudou nesta quinta-feira (18), na qualidade de Chefe de Estado, a Comissão Nacional de Eleições (CNE), o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) e a Polícia da República de Moçambique (PRM) pois “soub
@Verdade - Últimas

Presidente Nyusi saúda os obreiros da vitória do partido Frelimo nas Autárquicas: CNE, STAE e PRM

O presidente do partido Frelimo saudou nesta quinta-feira (18), na qualidade de Chefe de Estado, a Comissão Nacional de Eleições (CNE), o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) e a Polícia da República de Moçambique (PRM) pois “souberam gerir o processo eleitoral”, diga-se mais um que não foi livre, justo e muito menos transparente. Numa curta Declaração à Nação o Presidente Filipe Nyusi começou por assinalar que “estas foram as eleições mais participadas de sempre e as que registaram menos casos de violência”, e pela forma como aconteceram “constituem um passo importante para a paz e estabilidade no nosso país”. Todavia, a julgar pelo discurso da líder parlamentar do maior partido de oposição, o passo assinalado por Nyusi pode ter sido para trás. “Tudo indica que a Frelimo não quer que haja eleições em Moçambique. Quer governar roubando os votos que o povo deu a Renamo e aos outros partidos da oposição. Que democracia é essa? As recentes eleições autárquicas tiveram demasiadas irregularidades, pelo que ninguém em sã consciência pode afirmar que foram livres, justas, transparentes ou credíveis”, declarou Ivone Soares na abertura de VIII sessão ordinária da VIII legislatura da Assembleia da República. Embora tenha sido evidente a habitual desorganização organizada dos órgãos eleitorais, que teve início no recenseamento de eleitores que não residem em Conselhos Autárquicos, e que apenas favorece os interesses do partido liderado por Filipe Nyusi, o Presidente de Moçambique saudou “os órgãos eleitorais, a Comissão Nacional de Eleições (CNE), o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, a todos os níveis, pelo seu empenho e profissionalismo. Souberam gerir o processo eleitoral garantindo que este ocorresse dentro dos parâmetros legalmente previstos”. “Os meios de comunicação jogaram um papel importante, levando ao conhecimento do público notícias e reportagens, não só o decurso do pleito eleitoral como também mobilizaram os cidadãos a manterem um comportamento pacífico”, disse ainda Nyusi numa omissa alusão a propaganda veiculada pelos medias estatais e aos privados serviçais do partido Frelimo. Nyusi responde a Momade com exortação a calma e o respeito pelas leis Ignorando as atrocidades cometidas pelos agentes da PRM, que na campanha eleitoral coartaram as acções dos partidos de oposição e no dia da votação participaram no desvio e troca de urnas assim como foram coniventes com o enchimento em outras urnas, o Chefe de Estado declarou: “Saúdo a Polícia da República de Moçambique por ter sabido manter a ordem e a segurança, e por ter impedido nalguns casos a ocorrência de actos de violência protegendo o cidadão sempre que estivesse em risco sem olhar para a cor partidária ou grupo de eleitores”. O Presidente Nyusi concluiu a sua Declaração à Nação exortando “a manterem a calma, a serenidade e o respeito pelas leis enquanto se aguarda pelo anuncio dos resultados definitivos, valores que deverão permanecer depois da proclamação”, numa indirecta resposta ao líder interino do partido Renamo que no passado sábado (13) demandou um pronunciamento do Chefe de Estado a forma como decorreram as Autárquicas e que implicações poderia ter nas negociações para a paz definitiva em Moçambique. “Não queremos guerra mas também não admitimos nem aceitamos qualquer tentativa de pôr em causa a vontade popular. Se este voto popular não for respeitado, a Renamo vai romper com as negociações e as consequências que daí advirem serão da inteira responsabilidade do Presidente da República e do partido Frelimo” declarou Ossufo Momade na Serra da Gorongosa. Ecoando e amplificando a posição do líder do seu partido Ivone Soares declarou no Parlamento que: “A Renamo não vai permitir que os problemas havidos nestas últimas eleições autárquicas passem sem a devida solução. Nós ganhamos e por isso queremos governar! A soberania reside no povo e não pode haver maior nem melhor juiz do que o povo. A vontade do povo deve ser respeitada. A Renamo vai governar!” A líder parlamentar deixou ainda no ar a receptividade do partido as vozes populares que defendem “que a Renamo não deva entregar as armas”. É que passaram mais de 10 dias desde que oficialmente iniciou a desmilitarização, desmobilização e reintegração dos homens armados do partido Renamo não são público avanços no processo.

Moçambique não pretende indexar ao PIB a reestruturação das dívidas da Proindicus, EMATUM ...

O ministro da Economia e Finanças declarou que Moçambique não tem interesse em indexar a reestruturação das dívidas contraídas com Garantias ilegais pela Proindicus, EMATUM e MAM ao desempenho económico dos próximos anos como propuseram os credores.
@Verdade - Últimas

Moçambique não pretende indexar ao PIB a reestruturação das dívidas da Proindicus, EMATUM ...

O ministro da Economia e Finanças declarou que Moçambique não tem interesse em indexar a reestruturação das dívidas contraídas com Garantias ilegais pela Proindicus, EMATUM e MAM ao desempenho económico dos próximos anos como propuseram os credores. “Nós não estamos em condições para ficar nesta incógnita de podermos ficar 50 anos a pagar uma coisa” explicou Adriano Maleiane. No seguimento da proposta de reestruturação das dívidas ilegalmente contraídas pelo Governo de Armando Guebuza apresentada pelo ministro Maleiane no Reino Unido, em Março passado, os credores da Proindicus, EMATUM e MAM apresentaram como contraproposta a opção de não receberem imediatamente as amortizações que não estão a ser pagas desde o início de 2017, eventualmente até perdoarem em 50 por cento os juros atrasados porém recebendo novos Garantias Soberanas a serem emitidas legalmente pelo Executivo de Filipe Nyusi e a possibilidade de receberem determinados montantes adicionais em função do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB do nosso país que poderá atingir os 9,9 por cento em 2023. Num encontro recente, e inédito de apresentação da proposta do Orçamento do Estado a jornalistas, o ministro Maleiane afirmou que são várias as propostas e contrapropostas em análise, juntamente com os assessores legais e financeiros do Governo, os advogados Lazard Frêres e White & Case, que estiveram em Maputo no início deste mês, todavia é condição imperativa que Moçambique feche acordo de reestruturação que permita “cumprir pelo menos um rácio, o Serviço da Dívida por Receitas globais”. O @Verdade revelou semana finda que a Dívida Pública do nosso país ultrapassou os 12 biliões de dólares norte-americanos, a 31 de Dezembro de 2017, e que a dívida Externa ultrapassou todos os limites de sustentabilidade definidos pelo Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional. O rácio do Serviço da Dívida em função da Receitas que o Estado consegue arrecadar está nos 27,3 por cento, quando não deveria ultrapassar os 20 por cento. Adriano Maleiane revelou que os credores das dívidas ilegais, e existem pelo menos quatro grandes grupos, propuseram “introduzir um novo elemento, o PRI”. O ministro explicou que o PRI é um instrumento para compensação usando em alguns países, que em os credores acedem em cortar o montante das amortizações actuais mas ficam com a possibilidade de poder receber esses montantes ou alguma compensação caso o PIB cresça durante os próximos anos, que podem chegar a décadas. “Eu corto mas a condição é se o PIB for superior a determinado valor o país dá-me de compensação x, se não ultrapassar isto não há nada. Noutros casos dizem que o seu argumento é que receitas que veem de industria extractiva então vamos estabelecer uma meta que você tem, se ultrapassar isto você paga-me a diferença. São instrumentos exóticos, híbridos que nós estamos a discutir e a ideia é que qualquer podemos tem que ser fácil para explicar as pessoas e também para gerir”, aclarou Maleiane. Moçambique deve 1,8 bilião de dólares mais juros aos credores das dívidas ilegais No entanto o titular da Economia e Finanças deixou claro que essa proposta não é do interesse do Governo. “Nós não estamos em condições para ficar nesta incógnita de podermos ficar 50 anos a pagar uma coisa, não vai funcionar, eles vão compreender”. Dos pouco mais de 2 biliões de dólares em empréstimos contraídos ilegalmente entre 2013 e 2014 informação prestada pelo Ministério da Economia e Finanças indica que apesar das amortizações realizadas até o início de 2017, que ascendem a pelo menos 330 milhões de dólares, o saldo do nosso país aos credores é 1,8 bilião de dólares norte-americanos sem incluir os juros devidos. São 727 milhões de dólares norte-americanos a pagar aos credores da EMATUM, entretanto transformados em Títulos Mercado de Capitais (Mozam 2023), 597 milhões de dólares norte-americanos aos credores da Proindicus e mais 535 milhões de dólares norte-americanos aos credores da MAM.

Qualificação CAN 2019: Tunísia, Egipto, Senegal e Madagáscar apurados após 4ª jornada

As selecções da Tunísia, Egipto, Senegal e Madagáscar garantiram a 4ª jornada o apuramento para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de futebol de 2019 juntando-se os Camarões, país anfitrião. Entretanto, a duas jornadas do fim da
@Verdade - Últimas

Qualificação CAN 2019: Tunísia, Egipto, Senegal e Madagáscar apurados após 4ª jornada

As selecções da Tunísia, Egipto, Senegal e Madagáscar garantiram a 4ª jornada o apuramento para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de futebol de 2019 juntando-se os Camarões, país anfitrião. Entretanto, a duas jornadas do fim das eliminatórias, seis selecções já estão eliminadas nomeadamente o Eswatini (ex-Swazilândia), o Níger, a Guiné- Equatorial, o Sudão, as ilhas Seychelles e o Botswana. Eis os resultados da 4ª jornada: Grupo A Madagáscar 1- 0 Guiné Equatorial Sudão 0-1 Senegal Grupo B Comores 2-2 Marrocos Malawi 0-0 Camarões Grupo C Burundi 1-1 Mali Sudão do Sul 0-1 Gabão Grupo D Benin 1-0 Argélia Gâmbia 0-1 Togo Grupo E Seychelles0-0 África do Sul Líbia 2-3 Nigéria Grupo F Quénia 3-0 Etiópia Serra Leoa - Gana - adiado na sequência da suspensão da Serra Leoa pela Federação Internacional de Futebol (FIFA). Grupo G Libéria 2-1 Congo Zimbabwe 1-1 RD do Congo Grupo H Ruanda 1-1 Guiné Conakry República Centro Africana 0-0 Costa do Marfim Grupo I Mauritânia 1-0 Angola Botswana 0-0 Burkina Faso Grupo J Eswatini (ex-Suazilândia) 0-2 Egipto Níger 1-2 Tunísia Grupo K Namíbia 1-0 Moçambique Guiné-Bissau 2-1 Zâmbia Grupo L Tanzânia 2-0 Cabo Verde Lesoto 0-2 Uganda A quinta jornada está agendada para 16 e 17 de novembro próximo.

Estudante mata 19 pessoas a tiros em escola da Crimeia e se suicida

Pelo menos 19 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas numa escola da Crimeia, região do Mar Negro, nesta quarta-feira quando um estudante percorreu o edifício disparando contra colegas e depois matou-se, disseram autoridades de segurança da Rússia.
@Verdade - Últimas

Estudante mata 19 pessoas a tiros em escola da Crimeia e se suicida

Pelo menos 19 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas numa escola da Crimeia, região do Mar Negro, nesta quarta-feira quando um estudante percorreu o edifício disparando contra colegas e depois matou-se, disseram autoridades de segurança da Rússia. Vladislav Roslyakov, de 18 anos, chegou à escola da cidade de Kerch na tarde desta quarta-feira portando uma arma de fogo e começou a atirar, disseram investigadores. Mais tarde seu corpo foi encontrado na escola com o que descreveram como ferimentos de bala autoinfligidos. Não surgiram indícios imediatos sobre seu motivo para realizar tal ataque, que lembrou massacres a tiros semelhantes cometidos por alunos de escolas dos Estados Unidos da América. A Rússia anexou a península da Crimeia da Ucrânia em 2014, provocando repúdio internacional e sanções ocidentais, mas desde então não houve grandes episódios de violência na península. Muitas das vítimas eram alunos adolescentes que sofreram ferimentos de bala e de estilhaços. Alunos e funcionários descreveram cenas de caos quando os estudantes tentavam fugir do prédio. Eles disseram que o ataque começou com uma explosão seguida de mais detonações e uma chuva de disparos. O presidente russo, Vladimir Putin, que se encontrava numa reunião no resort de Sochi, no sul do país, com seu colega egípcio pediu um momento de silêncio pelas vítimas. “Isto é claramente um crime”, afirmou. “Os motivos serão cuidadosamente investigados”. A diretora da escola, Olga Grebennikova, relatou a cena que encontrou quando entrou no edifício da instituição após o ataque. “Há corpos por todo o lado, corpos de crianças por todo o lado. Foi um verdadeiro ato de terrorismo. Eles invadiram cinco ou 10 minutos depois que eu saí. Explodiram tudo no saguão, o vidro voava”, disse Olga a veículos de mídia da Crimeia. “Depois eles correram atirando algum tipo de explosivo ao redor, e correram pelo segundo andar com armas, abriram as portas das salas e mataram todos que conseguiram encontrar”. Pouco depois do ataque autoridades russas disseram estar investigando a possibilidade de se tratar de terrorismo. Tropas em veículos de transporte blindados foram enviadas ao local, e pais foram instruídos a pegarem os filhos em escolas e jardins da infância da cidade por segurança. Mas o Comité Investigativo, agência estatal que investiga crimes graves, disse mais tarde que reclassificou o ataque como um caso de assassinato em massa. Um funcionário de um hospital de Kerch disse que dezenas de pessoas estavam sendo tratadas dos ferimentos no pronto-socorro e na sala de operação. Fotos mostraram serviços de emergência retirando feridos do prédio em macas improvisadas e levando-as para autocarros e ambulâncias.

Mais de 1 mil pessoas continuam desaparecidas nos EUA uma semana após furacão Michael

Mais de 1 mil pessoas continuavam desaparecidas nesta quarta-feira, uma semana depois de o furacão Michael ter arrasado comunidades da Flórida e matado ao menos 27 pessoas nos Estados Unidos da América. Equipes formadas por centenas de voluntários da C
@Verdade - Últimas

Mais de 1 mil pessoas continuam desaparecidas nos EUA uma semana após furacão Michael

Mais de 1 mil pessoas continuavam desaparecidas nesta quarta-feira, uma semana depois de o furacão Michael ter arrasado comunidades da Flórida e matado ao menos 27 pessoas nos Estados Unidos da América. Equipes formadas por centenas de voluntários da CrowdSource Rescue, organização sediada em Houston, estão buscando mais de 1.135 pessoas da Flórida que perderam contato com amigos e familiares, disse o cofundador da entidade, Matthew Marchetti. A maioria dos desaparecidos é de Panama City e muitos são idosos, deficientes, pobres ou moram sozinhos, detalhou Marchetti. As autoridades da Flórida não forneceram uma cifra das pessoas consideradas desaparecidas. Essas pessoas podem estar com amigos e familiares, portanto não se supõe que estejam necessariamente mortas. Destroços e árvores e linhas de energia caídas vêm dificultando o acesso a pessoas isoladas, mas a CrowdSource disse que vários de seus relatos sobre pessoas desaparecidas resultaram da interrupção generalizada dos serviços de telefonia e electricidade. O saldo de mortes inclui 17 na Flórida, uma na Geórgia, três na Carolina do Norte e seis na Virgínia, de acordo com uma soma de relatórios oficiais feita pela Reuters. Autoridades disseram que legistas estão determinando se quatro outras mortes na Flórida foram causadas pela tempestade. O Michael abateu-se sobre o litoral noroeste da Flórida na quarta-feira passada com ventos contínuos de 250 quilômetros por hora, e o avanço da água do mar foi tamanho que demoliu casas. Cerca de 35 mil moradores da Flórida ligaram para a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (Fema) pedindo ajuda desde então, e a agência já aprovou um milhão de dólares de assistência a pessoas dos 12 condados em questão, disse o porta-voz Ruben Brown em Tallahassee. A Fema distribuiu cerca de 4,5 milhões de refeições, mais de 5 milhões de litros de água e 9 milhões de conjuntos para crianças pequenas e de colo, informou ele. Em Mexico Beach, que foi atingida directamente, o número de desaparecidos diminuiu para três na terça-feira, disse Rex Putnal, um conselheiro municipal – um dia antes eles passavam de 30. A cidade de 1.200 habitantes havia relatado duas fatalidades na segunda-feira. Quase 163 mil lares e negócios continuam sem energia no sudeste dos Estados Unidos, e os moradores de cidades costeiras vitimadas são obrigados a cozinhar em fogueiras e grelhas de churrasco.

6ª feira cinzenta e chuvosa em Moçambique; 30º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta sexta-feira (19) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu geralmente muito nublado. Chuvas fracas locais, podendo ser moderadas e acompanhadas d
@Verdade - Últimas

6ª feira cinzenta e chuvosa em Moçambique; 30º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta sexta-feira (19) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu geralmente muito nublado. Chuvas fracas locais, podendo ser moderadas e acompanhadas de trovoadas, principalmente em Niassa e Nampula. Vento de noroeste a sueste fraco a moderado, soprando com rajadas. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu geralmente muito nublado. Chuvas fracas a moderadas acompanhadas por vezes com trovoadas, podendo ser localmente fortes. Vento de nordeste a sueste fraco a moderado, soprando com rajadas. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo céu muito nublado passando a pouco nublado. Possibilidade de chuvas fracas, podendo ocorrer em regime moderado, por vezes com trovoadas, a norte das províncias de Gaza e Inhambane. Vento de sueste a sudoeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 30 19 Xai-Xai 29 18 Inhambane 27 20 Vilankulo 27 19 Beira 28 23 Chimoio 27 18 Tete 37 23 Quelimane 32 22 Nampula 35 21 Pemba 30 24 Lichinga 29 16

5ª feira de chuva no Sul e Centro, tempo quente no Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê que a chuva forte que fustigou Maputo movimente-se para o Centro, confira o estado do tempo nesta quinta-feira (18) em Moçambique: para as províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula o INAM prevê temp
@Verdade - Últimas

5ª feira de chuva no Sul e Centro, tempo quente no Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê que a chuva forte que fustigou Maputo movimente-se para o Centro, confira o estado do tempo nesta quinta-feira (18) em Moçambique: para as províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula o INAM prevê tempo quente localmente muito quente na província de Nampula. Céu pouco nublado localmente muito nublado. Vento de nordeste fraco a moderado. Possibilidade de chuvas fracas ou chuviscos locais. nas províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala tempo quente localmente muito quente em Tete e Zambézia, com céu pouco nublado passando a muito nublado. Ocorrência de chuvas fracas podendo ser em regime moderado a norte da província de Zambézia, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de nordeste a sueste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Para as províncias de Inhambane, Gaza e Maputo continuação de tempo fresco a frio com céu nublado a muito nublado. Chuvas fracas a moderadas podendo ser fortes nas províncias de Gaza e Inhambane, acompanhadas de trovoadas. Vento de sueste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 23 18 Xai-Xai 23 19 Inhambane 26 20 Vilankulo 27 24 Beira 28 23 Chimoio 30 13 Tete 40 22 Quelimane 36 24 Nampula 35 21 Pemba 30 24 Lichinga 30 17

Ministério Público ordena recaptura de abusador sexual solto por juiz em Nampula

As autoridades judiciais da província de Nampula emitiram um mandado de captura de um funcionário público acusado de abuso sexual de uma criança de apenas 11 de idade, a qual acabou grávida, recentemente, na cidade de Nampula. O visado encontrava-se pres
@Verdade - Últimas

Ministério Público ordena recaptura de abusador sexual solto por juiz em Nampula

As autoridades judiciais da província de Nampula emitiram um mandado de captura de um funcionário público acusado de abuso sexual de uma criança de apenas 11 de idade, a qual acabou grávida, recentemente, na cidade de Nampula. O visado encontrava-se preso, mas um juiz o restituiu à liberdade, o que não agradou ao Ministério Público (MP) e à Polícia da República de Moçambique (PRM). Estes consideram o crime cometido grave. O @Verdade apurou que o cidadão responde pelo nome de José Pereira, afecto à Direcção Provincial das Finanças, em Nampula. O crime de que ele é indiciado foi descoberto em Setembro passado, após mais um acto de cópula forçada com a vítima. Esta viria a perder a gravidez e ficou dias sob cuidados numa unidade sanitária. O @Verdade sabe ainda que José Pereira, estuprador confesso ora procurado pela Procuradora Provincial de Nampula, já tinha a prisão legalizada, depois de alguns exames de perícia terem confirmado que houve cópula forçada. Entretanto, a mulher de Pereira tentou comprar o silêncio do pai da menina com uma quantia que não nos foi revelada, mas o homem recusou, exigindo que o ofensor da sua filha devia ser exemplarmente punido, disse-nos um familiar. O abuso sexual aconteceu várias vezes e pelo menos três numa casa abandonada, algures na cidade de Nampula. A miúda alegou foi forçada a manter-se em silêncio para não ser morta pelo próprio suspeito, devido às ameaças que proferia. Volvidos alguns dias, o pai da ofendida ficou a saber da Polícia que o indiciado já estava em liberdade por ordens de um juiz de instrução criminal identificado pelo nome de Moisés Nhamene, soube a nossa Reportagem. A soltura foi mediante o termo de residência, porém, sem o conhecimento da Procuradoria Provincial de Nampula. Esta exige, agora, que Pereira seja recapturado e devolvido à prisão, porque o crime de que é acusado merece uma castigo exemplar, caso os factos que lhe são imputados sejam provados. Zacarias Nacute, porta-voz do Comando Provincial da PRM, em Nampula, disse, há dias, à imprensa, que, “de facto, é frustrante para a Polícia”, quando se prende um estuprador “confesso e há todas as provas do acto cometido” mas um juiz o coloca em liberdade. Os crimes de violação sexual parecem ainda não estar a merecer a devida punição, a medir pelo número de casos que são frequentemente reportados pela imprensa. Porém, desconhece-se, publicamente, o desfecho desses casos. Em Moçambique, a pena aplicável no caso de violação sexual contra qualquer mulher é de 2 a 8 anos. Contudo, se o abuso for praticado sobre mulher menor de 12 anos, a pena aplicável é de 8 a 12 anos.

Qualificação CAN 2019: “Mambas” voltam a perder com Namíbia e caem para 3º no Grupo K

A Namíbia mostrou que a vitória no estádio nacional do Zimpeto não foi obra do acaso e derrotou os “Mambas” nesta terça-feira (16), posicionando-se como uma séria candidata a um dos dois lugares do Grupo K de apuramento para o Campeonato Africano da
@Verdade - Últimas

Qualificação CAN 2019: “Mambas” voltam a perder com Namíbia e caem para 3º no Grupo K

A Namíbia mostrou que a vitória no estádio nacional do Zimpeto não foi obra do acaso e derrotou os “Mambas” nesta terça-feira (16), posicionando-se como uma séria candidata a um dos dois lugares do Grupo K de apuramento para o Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019. Moçambique precisa de vencer os próximos dois jogos e torcer para que os “Bravos Guerreiros” e os “Djurtus” não vençam. A nossa selecção que dos 6 pontos que deveria ter ganho em casa conseguiu apenas 1 entrou para o estádio Sam Nujoma, na cidade de Windhoek, a precisar de vencer e até controlou o ritmo do jogo, pelo menos enquanto os anfitriões o deixaram. Com uma alteração forçada, pela lesão de Mexer entrou Jeitoso, e outras três por opção de Abel Xavier Moçambique construiu uma mão cheia de jogadas atacantes mas chegou ao intervalo sem que o avançado, Ratifo jogou no lugar de Maninho, conseguisse fazer um único remate enquadrado com a baliza de Vries. Antes do descanso os namibianos começaram a subir as suas linhas e em contra ataque mostraram como seria o seu jogo, dando muito trabalho ao guarda-redes Leonel, que entrou para o lugar de Guirrugo. No reinício, atrasado vários minutos devido a problemas de iluminação, o seleccionador Ricardo Mannetti lançou o carrasco do Zimpeto, Deon Hotto para o lugar de Absalom Limbondi, mas foram os “Mambas” a enfim conseguirem rematar para a baliza de Vries. Manucho fez um longo lançamento de linha lateral para a pequena área a defesa deixou o esférico bater no relvado sintéctico, Reginaldo cabeceou sobre o guarda-redes namibiano e a bola tomou a direacção da baliza, valeu a atenção de Haoseb que perto da linha de golo cortou aquele que seria o primeiro da partida. Depois os namibianos mostraram a sua bravura, Stephanus ganhou o esférico ao capitão Dominguez no meio campo, cruzou tenso para a área onde fora de tempo Jeitoso falhou a intercepção. No coração da área Peter Shalulile “matou” a bola no peito e mesmo com a pressão de Zainadine Jr. rematou de pé direito por cima do guarda-redes Leonel. No minuto 81 Stephanus voltou a cruzar para área, desta vez para a cabeça de Shalulile que emendou para a baliza, atento Leonel defendeu. A 5 minuto do fim do tempo regulamentar Denzil Haoseb viu o segundo cartão amarelo e foi tomar banho mais cedo. Abel Xavier lançou todos os seus trunfos. De bola parada Witinesse centrou para o coração da área onde de cabeça Dayo, já em tempo de desconto, introduziu a bola na baliza namibiana mas foi assinalado um fora de jogo, milimétrico diga-se. Sem dignidade o seleccionador nacional de Moçambique não falou aos jornalistas. Com a vitória os “Bravos Guerreiros” saltam para o 2º lugar, com os mesmo pontos da Guiné-Bissau mas o melhor saldo de golos posiciona os “Djurtus” na frente do Grupo K. Depois do pesadelo desta jornada dupla, onde em 3 dias perderam 6 pontos, os moçambicanos ainda podem a sonhar com o apuramento para a fase final do CAN de 2019 porém precisam a selecção de tem de derrotar a Zâmbia, daqui a um mês em Maputo, e depois precisa de ir derrotar os “Djurtus”, invencíveis em Bissau, a 22 de Março de 2019. Além disso os “Mambas” terão de esperar que a Namíbia não vença os dois jogos que ainda tem por realizar.

Serviço da Dívida Pública atinge máximo histórico 35 biliões de meticais, mais do que ...

Moçambique prevê gastar no próximo ano 35 biliões de meticais com o serviço da Dívida Pública, são 3,4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) que ultrapassam todo Orçamento do Estado inscrito para a Saúde que em 2019 terá uma dotação de 27,9 bi
@Verdade - Últimas

Serviço da Dívida Pública atinge máximo histórico 35 biliões de meticais, mais do que ...

Moçambique prevê gastar no próximo ano 35 biliões de meticais com o serviço da Dívida Pública, são 3,4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) que ultrapassam todo Orçamento do Estado inscrito para a Saúde que em 2019 terá uma dotação de 27,9 biliões de meticais. Esta montante inédito de encargos com as dívidas interna e externa vai consumir 15 por cento de toda receita que o Estado espera colectar. “Espera-se que os Encargos da Dívida, atinjam cerca de 35 biliões de meticais em 2019, o que representa 3,4 por cento do PIB, um incremento de 0,1 ponto percentual, quando comparado com a Lei de 2018” indica o documento de fundamentação da proposta de Orçamento de Estado (OE) que o Executivo submeteu ao crivo da Assembleia da República, e que não inclui a retoma da amortização da dívida comerciais ou das dívidas ilegais cujas negociações ainda não estão concluídas. Pode-se ainda ler no documento a que o @Verdade teve acesso que “Do montante previsto, 24 biliões de meticais são para o pagamento dos juros internos e 11 biliões de meticais para os externos, equivalente a 2,4 por cento e 1,1 por cento do PIB, respectivamente”. Recordes históricos desde que Moçambique é independente e que resultam da espiral de endividamento público que os governos de Armando Guebuza e Filipe Nyusi mergulharam os moçambicanos até aos níveis insustentáveis atingidos em 2016, após a descoberta das Garantias Soberanas emitidas ilegalmente para as empresas Proindicus e MAM. A maior fatia, 4,5 biliões de dólares norte-americanos, corresponde a dívida Bilateral que o nosso país tem com a China, Portugal, França, Brasil, Japão, Rússia, Índia, Iraque, Líbia, Coreia do Sul, Dinamarca, Kuwait, Angola, Arábia Saudita, Bulgária, Polónia, Roménia, Jugoslávia, Bélgica, Áustria e Espanha. Encargos da Dívida Pública dez mais a dotação para Protecção Social em Moçambique Seguem-se as dívidas Multilaterais, que ascendiam a 4,1 biliões de dólares norte-americanos em 2017, a instituições como o Banco Mundial, FAD, Fundo de Desenvolvimento Agrícola, Banco Africano de Desenvolvimento, o Fundo da OPEP, Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico de África, BID, Fundo de Desenvolvimento Nórdico ou o DBSA-RSA. A terceira maior dívida de Moçambique correspondem as Garantias Soberanas emitidas pelo Estado à favor da Proindicus, EMATUM, MAM, EDM, Fundo de Estradas e outras Empresas Públicas. Existe ainda a Dívida Pública Interna que tem crescido exponencialmente fechou o ano de 2017 acima de 1,8 bilião de dólares norte-americanos. Paradoxalmente os encargos da Dívida Pública, que em finais de 2017 totalizava 12,7 biliões de dólares norte-americano, representam quase dez mais a dotação para todos os Programas de Protecção Social em Moçambique que em 2019 deverão receber somente 3,9 biliões de meticais. Aliás o serviço da Dívida Pública ultrapassa as alocações para todo o sector de Saúde, que é de 27,9 biliões de meticais, ou mesmo da Agricultura e Desenvolvimento Rural que é de 29,1 biliões de meticais.

28 mortos em naufrágio de embarcação no Mali

No total, 28 pessoas morreram no naufrágio duma embarcação, segunda-feira em Arnassaye, a quase 25 quilómetros da cidade de Tombouctou, no norte do Mali. Os passageiros da embarcação deslocavam-se à feira semanal de Gaoudel quando o sinistro ocorre
@Verdade - Últimas

28 mortos em naufrágio de embarcação no Mali

No total, 28 pessoas morreram no naufrágio duma embarcação, segunda-feira em Arnassaye, a quase 25 quilómetros da cidade de Tombouctou, no norte do Mali. Os passageiros da embarcação deslocavam-se à feira semanal de Gaoudel quando o sinistro ocorreu e vinte dentre eles foram socorridos por bombeiros e por Bozos, pescadores residentes ao longo do rio Níger, que resgataram corpos sem vida das vítimas, dos quais sete bebés. O naufrágio deve-se a uma sobrelotação da embarcação, segundo especialistas do transporte fluvial encarregues de esclarecer as circunstâncias desta tragédia. Em período de chuva, estes tipos de embarcações são os meios de transporte mais utilizados nas zonas inundadas, nomeadamente nas províncias de Mopti (centro) e numa parte de Tombouctou. Várias centenas de passageiros são embarcadas com numerosas toneladas de bagagens, provocando muitas vezes naufrágios e consequentes perdas de vidas humanas. Face a esta tragédia, o ministério maliano dos Transportes tomou, segunda-feira, medidas preventivas, nomeadamente a dotação destas embarcações de coletes salva-vidas.

Número de mortos por furacão nos EUA sobe para 29 e buscas continuam

Mais dez mortos foram confirmados após a passagem do furacão Michael no Estado norte-americano da Flórida, levando o total de mortos a pelo menos 29 enquanto equipes de resgate trabalham para encontrar centenas de outras pessoas que ainda são considerada
@Verdade - Últimas

Número de mortos por furacão nos EUA sobe para 29 e buscas continuam

Mais dez mortos foram confirmados após a passagem do furacão Michael no Estado norte-americano da Flórida, levando o total de mortos a pelo menos 29 enquanto equipes de resgate trabalham para encontrar centenas de outras pessoas que ainda são consideradas desaparecidas. O Michael, que atingiu o continente na quarta-feira como uma das mais poderosas tempestades já registadas nos Estados Unidos da América, matou 20 pessoas na Flórida, cinco na Virgínia, três na Carolina do Norte e uma na Geórgia, de acordo com números oficiais. Equipes da organização voluntária e resgate CrowdSource Rescue estavam em contato com pessoas apontadas por familiares e amigos na região do desastre, de acordo com Matthew Marchetti, co-fundador do grupo baseado em Houston. Os voluntários ainda não tinham alcançado mais de 1.135 pessoas na manhã desta terça-feira. À medida que voltava a cobertura telefónica no local, o número de pessoas consideradas desaparecidas em Mexico Beach, uma das cidades mais atingidas, caiu para três, disse o vereador Rex Putnal. Um dia atrás, mais de 30 pessoas estavam sem comunicação. “Esperamos que eles tenham saído e que os encontremos com segurança em algum lugar”, disse, antes de se dirigir ao grupo de limpeza onde equipes aguardavam a chegada de alguns banheiros portáteis. “Viver assim é pesado”, disse Putnal. “Esse é só o meu quinto dia e não estou acostumado a lavar roupas numa banheira, sem máquina de lavar ou de secar e comendo apenas sanduíches de manteiga de amendoim e geleia”. A cidade de 1.200 moradores havia reportado duas mortes até segunda-feira. Equipes de resgate estavam usando cachorros para encontrar corpos que possam estar soterrados sob os escombros. Cerca de 200 mil pessoas continuavam sem energia elétrica no sudeste dos Estados Unidos. Residentes de cidades costeiras atingidas eram forçados a cozinhar em fogueiras ou churrasqueiras. Pelo menos 80 por cento dos usuários em três condados maioritariamente rurais estavam sem electricidade na terça-feira. Autoridades dizem que o fornecimento pode demorar semanas para voltar. Vários moradores da região estão a passar dias sem água encanada ou saneamento básico, à espera de ajuda das autoridades. Algumas pessoas estão acampando em barracas com os pertences que conseguiram salvar. “Estou a ficar aqui para tentar afastar saqueadores, para tentar salvar o que eu consigo”, disse Bernard Sutton, de 64 anos, que passa por tratamento contra um cancro e está a morar numa barraca e numa minivan quebrada. Árvores derrubadas dificultavam o acesso aos atingidos pelo furacão.

4º feira chuvosa em Maputo, Gaza e Inhambane; calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a ocorrência de chuvas moderadas a fortes (30 a 50 milímetros em 24 horas), acompanhadas de trovoadas e ventos moderados com rajadas, a partir desta quarta-feira(17) nas províncias de Maputo, Gaza e Inhamb
@Verdade - Últimas

4º feira chuvosa em Maputo, Gaza e Inhambane; calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a ocorrência de chuvas moderadas a fortes (30 a 50 milímetros em 24 horas), acompanhadas de trovoadas e ventos moderados com rajadas, a partir desta quarta-feira(17) nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane. Um comunicado do INAM alerta que o tempo chuvoso irá fazer-se sentir principalmente nos distritos de Magude, Manhiça, Marracuene e cidades de Maputo e Matola (na província de Maputo); nos distritos de Massingir, Mabalane, Guijá, Chókwe, Bilene, Chibuto, Mandlakazi e cidade de Xai-xai (na província de Gaza) e ainda nos distritos de Panda, Inharrime, Zavala, Homoíne, Jangamo, e cidades de Maxixe e Inhambane (na província de Inhambane). Já para as províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula o INAM prevê céu pouco nublado localmente muito nublado. Vento de nordeste a leste fraco a moderado. Nas províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas locais. Vento de sueste a leste fraco a moderado. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 25 19 Xai-Xai 25 20 Inhambane 28 22 Vilankulo 29 23 Beira 31 23 Chimoio 31 18 Tete 39 24 Quelimane 34 23 Nampula 35 20 Pemba 30 22 Lichinga 30 15  

Parcerias Público Privado com Moçambique não foram muito atractivas para chineses

O ministro da Economia e Finanças explicou ao @Verdade por que razões Moçambique não tem conseguido tirar maior proveito das oportunidades de financiamento chinês. “(...)Estávamos muito mal publicitados ao nível da China”. De acordo com Adriano Mal
@Verdade - Últimas

Parcerias Público Privado com Moçambique não foram muito atractivas para chineses

O ministro da Economia e Finanças explicou ao @Verdade por que razões Moçambique não tem conseguido tirar maior proveito das oportunidades de financiamento chinês. “(...)Estávamos muito mal publicitados ao nível da China”. De acordo com Adriano Maleiane “Mesmo vendendo a ideia de PPP (Parceira Público Privado) parece que não foi muito atractivo para os investidores chineses”. O @Verdade revelou que a percepção generalizada que Moçambique tem recebido milhões em financiamentos da China não corresponde a realidade. Dos 60 biliões de dólares em investimentos, linhas de crédito e donativos que o gigante país asiático disponibilizou no âmbito do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC) o nosso país obteve o equivalente a cerca de 335 milhões de dólares norte-americanos entre 2015 e 2018, bem menos do que os 963 milhões garantidos pelo Governo de Armando Guebuza entre 2013 e 2015. Questionado pelo @Verdade o ministro Maleiane começou por explicar que: “O programa que eles no venderam foi de aumento daquilo que eles chamam capacidade produtiva, apoiar Moçambique para ter uma capacidade em todos os sectores. E o que o Governo sempre quis é ter os empresários chineses a virem para Moçambique como investidores e não como implementadores de empréstimos que nós contraímos”. “Esse processo continuamos a pensar que é o mais correcto. O que aconteceu é que os empresários chineses não conheciam bem isso e nós aqui tínhamos sempre a ideia que era preciso dar a lista de projectos que o Governo acha que são prioritários. E nós fizemos isso que é para a parte chinesa interessar os empresários chineses que iriam pedir financiamento lá e o Governo não teria nada com o assunto”, aclarou. Contudo, de acordo com o titular da Economia e Finanças, na óptica dos chineses estava a faltar alguma coisa. “Mesmo vendendo a ideia de PPP (Parceria Público Privado) parece que não foi muito atractivo para os investidores chineses”. “(...)Primeiro estávamos muito mal publicitados ao nível da China e cá nós também não encontramos melhor forma e seguimos um pouco à risco aquilo que eles diziam que era só submetermos a lista dos projectos”, esclareceu Adriano Maleiane. Respondendo a questão do @Verdade, durante o encontro que teve com jornalista recentemente, o ministro da Economia e Finanças revelou que neste momento o Governo está a estruturar melhor a abordagem de como tira proveito das oportunidades do FOCAC, que tem mais 60 biliões de dólares norte-americanos para África até 2021. “Moçambique prefere nesta fase receber mais investidores do que mais crédito” Maleiane aprofundou que existe a possibilidade de investidores chineses entrarem no financiamento da barragem de Mphanda Nkuwa e mesmo da Espinha Dorsal de energia Tete – Maputo “em vez do Estado andar a pedir financiamentos para depois virem empresas chinesas fazerem, eles podem ir directamente pedir financiamento para entrar e serão tratados como investidores normais, com aqueles incentivos que nós damos”. O governante revelou ainda que na actual situação de insustentabilidade da Dívida Pública Externa Moçambique “está a dizer, e não é só a China mas a a todos (Parceiros), que Moçambique prefere nesta fase receber mais investidores do que mais crédito”. “Porque crédito que nós podemos ter para a sustentabilidade da nossa dívida tem que ser altamente concessionais e crédito da China e dos outros não são muito” declarou o ministro Maleiane indicando que o melhor crédito concessional que Moçambique tem obtido é da Agência Japonesa de Desenvolvimento, “ninguém se com a JICA que o juro é 0,01 por cento para pagar em 40 anos com praticamente 30 de graça”. Para o triénio 2018 – 2021 a China colocou à disposição dos países africanos mais 60 biliões de dólares norte-americanos repartidos em assistência não reembolsável, empréstimos sem juros e empréstimos preferenciais no valor de 15 biliões de dólares; uma linha de crédito no valor de 20 biliões de dólares; um fundo especial financeiro China-África do desenvolvimento no valor de 10 biliões de dólares; um fundo especial de financiamento e de comércio para a importação da África no valor de 5 biliões de dólares; e mas 10 biliões de para empresas chinesas a investirem no nosso continente. A 31 de Dezembro de 2017 o nosso país devia a China 118,2 biliões de meticais (cerca de 1,9 bilião de dólares norte-americanos), a maior Dívida Pública Externa de Moçambique a um único país.

Número de mortos em incêndio em oleoduto nigeriano chega a 60 pessoas

Sessenta pessoas morreram após incêndio em um oleoduto no sudeste da Nigéria, afirmou um porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências (Nema) nesta segunda-feira, três dias depois de as autoridades informarem que o número inicial de mor
@Verdade - Últimas

Número de mortos em incêndio em oleoduto nigeriano chega a 60 pessoas

Sessenta pessoas morreram após incêndio em um oleoduto no sudeste da Nigéria, afirmou um porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências (Nema) nesta segunda-feira, três dias depois de as autoridades informarem que o número inicial de mortos estaria em 16. A companhia estatal de petróleo disse que o bombeamento no sistema 2E da rede de oleodutos estava suspenso. “Iremos retomar o bombeamento de produtos muito em breve”, afirmou o porta-voz da Empresa Nacional Nigeriana de Petróleo (NNPC) Ndu Ughamadu à Reuters nesta segunda-feira. “Nós acabamos com o fogo, agora estamos bombeando água no oleoduto para detectar outros possíveis vazamentos”. O Oleoduto Sistema 2E é uma importante rede que fornece gasolina importada e produção de petróleo para refinarias de Port Harcourt para grande parte do sudeste e norte do país. As duas refinarias em Port Harcourt estão operando bem abaixo da capacidade de 210 mil barris por dia. Num comunicado enviado por email, a NNPC disse que evitava bombear combustível para o depósito de Enugu, no sudeste do país, que “ainda estaria sendo sub-utilizado apesar de sua recente reativação pela NNPC”.

Enchentes deixam pelo menos 13 mortos no sul da França

Pelo menos 13 pessoas morreram no sul da França em consequência de algumas das piores enchentes em um século a atingir a área, disseram autoridades locais nesta segunda-feira. Helicópteros foram mobilizados para resgatar pessoas nos telhados de suas c
@Verdade - Últimas

Enchentes deixam pelo menos 13 mortos no sul da França

Pelo menos 13 pessoas morreram no sul da França em consequência de algumas das piores enchentes em um século a atingir a área, disseram autoridades locais nesta segunda-feira. Helicópteros foram mobilizados para resgatar pessoas nos telhados de suas casas, mas o clima ruim está dificultando as operações, disse o prefeito do departamento de Aude, Alain Thirion, à BFM TV. Cerca de 250 bombeiros e 100 policiais estão envolvidos nos esforços. O porta-voz dos serviços nacionais de emergência, Michael Bernier, disse que 13 pessoas morreram e que uma ainda está desaparecida. Milhares estão sendo retirados da área, onde autoridades disseram que o equivalente a sete meses de chuva caiu em apenas uma noite. “As pessoas estão ilhadas nos telhados. Teremos que usar aeronaves para retirá-las porque não conseguimos alcançá-las de barco, dada a força da água. É perigoso demais”, disse. Entre as áreas mais atingidas estão os vilarejos de Conques-sur-Orbiel e Villardonnel, onde as águas chegaram às janelas do primeiro andar de algumas residências. A região de Aude é conhecida pela cidade medieval fortificada de Carcassonne. As enchentes ocorreram sem aviso. Pelo menos uma pessoa foi arrastada pelo furor das águas enquanto dormia, disse Thirion. Imagens de televisão mostraram rios correndo furiosamente depois de derrubar árvores e postes de eletricidade de concreto e levando carros de roldão. Acredita-se que o nível das águas continuará a subir na área nesta segunda-feira, já que se previam chuvas até o final da manhã. Escolas locais foram fechadas, e os moradores foram orientados a ficarem em casa.

Expedição sul-coreana de escalada no Nepal termina com 9 mortos

Cinco alpinistas sul-coreanos e quatro guias nepalenses que participavam de uma expedição de escalada no Himalaia morreram depois que um grande bloco de gelo caiu provocando fortes ventos que os lançou contra um penhasco, informou um socorrista nesta segun
@Verdade - Últimas

Expedição sul-coreana de escalada no Nepal termina com 9 mortos

Cinco alpinistas sul-coreanos e quatro guias nepalenses que participavam de uma expedição de escalada no Himalaia morreram depois que um grande bloco de gelo caiu provocando fortes ventos que os lançou contra um penhasco, informou um socorrista nesta segunda-feira. Este foi o pior desastre do tipo a acontecer no Nepal desde 2015, quando 18 alpinistas morreram em uma avalanche provocada por um grande terremoto na base do Monte Everest. A equipe que tentava escalar o Monte Gurja, um pico de 7.193 metros, era liderada por Kim Chang-ho, veterano de escaladas que havia atingido recordes de velocidade em 14 das maiores montanhas do mundo. O acidente parece ter acontecido na quinta ou sexta-feira, disse Suraj Paudyal, funcionário de resgate da companhia de helicópteros privada envolvida na recuperação dos corpos, que estavam espalhados por uma ampla área nas montanhas. “Alguns corpos estavam do lado de um penhasco, enquanto outros estavam no desfiladeiro”, disse Paudyal, um dos primeiros a chegar ao local, acrescentando que a área só foi alcançada com o lançamento de uma corda de 100 metros do helicóptero e com a utilização de cintos especiais. “Um enorme bloco de gelo, de prováveis 100 metros de altura, provavelmente caiu da montanha em um desfiladeiro, enviando fortes ventos que atingiram o acampamento, jogaram os alpinistas de um penhasco para dentro de um barranco”, disse Paudyal à Reuters nesta segunda-feira. O socorrista não entrou em detalhes sobre como conseguiu reconstruir a sequência de eventos. Autoridades do Nepal disseram não ter informações sobre o incidente, que aconteceu em uma área remota. O Nepal está a organizar-se para enviar de volta para casa os corpos dos sul-coreanos após realização de exames, disse Surendra Thapa, autoridade do Ministério de Turismo.

Balanço de duas explosões em Baidoa, na Somália passa para 22 mortos

O balanço das vítimas das duas explosões perpetradas por dois kamikazes sábado último à noite na cidade de Baidoa, capital da província de Bay, no sudoeste, subiu para 22 mortos e mais de 30 feridos, anunciou domingo o governador provincial, Ali Ouarti
@Verdade - Últimas

Balanço de duas explosões em Baidoa, na Somália passa para 22 mortos

O balanço das vítimas das duas explosões perpetradas por dois kamikazes sábado último à noite na cidade de Baidoa, capital da província de Bay, no sudoeste, subiu para 22 mortos e mais de 30 feridos, anunciou domingo o governador provincial, Ali Ouartiri Duo. Citado pelo site de informações somalí, «La Nouvelle Somalie», Ouartiri acusou o movimento terrorista Chabab de estar atrás destes ataques, denunciando a determinação do mesmo de matar civis. Indicou que alguns feridos precisam de tratamentos médicos fora do país. Por seu turno, o diretor-geral do Hospital de Baidoa, Abdel Fatteh Hachi, indicou domingo a jornalistas que no seu estabelecimento deram entrada 20 corpos foram recuperados e quase 40 feridos, vítimas das duas explosões. Um oficial da Polícia da cidade afirmou sábado que duas pessoa kamikazes, explodir no recinto de dois restaurantes em Baidoa. As duas explosões seguem-se a raides aéreos norte-americanos contra extremistas do movimento Shabab na localidade de Galguduud, no centro da Somália. Combatentes do movimento rebelde e islamita perpetraram sábado à noite um ataque contra uma base das forças quenianas no sudoeste da Somália, assinala-se, entrando em confrontos com as forças quenianas. As duas partes utilizaram armas ligeiras e pesadas mas ainda não foi dada nenhuma informação sobre as baixas registadas em ambos lados. As forças quenianas utilizaram helicópteros para perseguir combatentes Shabab que, por sua vez, atacaram a base, fugindo para o mato nas redondezas. Este domingo coincidiu com o primeiro aniversário do mais sangrento ataque na história da Somália, precisamente a explosão de um camião armadilhado, que fez, a 14 de outubro de 2017, mais de 500 mortos e várias centenas de feridos. A ofensiva ocorrida numa das intersecções mais frequentadas de Mogadíscio causou ao mesmo tempo danos avultados nos arredores das zonas visadas. O Governo somali instaurou um monumento de recordação a nível da interseção na ocasião do primeiro aniversário do sinistro. O primeiro-ministro somalí, Ali Hassan Kheiri, assistiu domingo à cerimónia de comemoração das vítimas do «ataque terrorista», assinala-se.

Polícia desmantela grupo acusado de abusos sexuais e roubos no Dondo

A Polícia da república de Moçambique (PRM), em Sofala, afirma ter desarticulado uma quadrilha que semeava terror assaltando residências e abusando sexualmente mulheres, à noite, no distrito de Dondo, província de Sofala. Em conexão com o caso, cinc
@Verdade - Últimas

Polícia desmantela grupo acusado de abusos sexuais e roubos no Dondo

A Polícia da república de Moçambique (PRM), em Sofala, afirma ter desarticulado uma quadrilha que semeava terror assaltando residências e abusando sexualmente mulheres, à noite, no distrito de Dondo, província de Sofala. Em conexão com o caso, cinco indivíduos encontram-se a ver o sol aos quadradinhos no Comando Distrital de Dondo, onde as ocorrências eram participadas por algumas vítimas. Os crimes de que eles são indiciados visava o roubo bens que eles consideravam valiosos, incluindo dinheiro, segundo a confissão de um deles. “Roubei mesmo e estes são gatunos porque roubamos juntos”, declarou um dos suspeitos, apontando o dedo acusador a outros dois elementos que os considerou seus comparsas. O visado foi detido várias, no passado, acusado de prática de assalto mas tem-se revelado incorrigível, conforme as suas próprias declarações. “Tentei mudar, mas quando as coisas já estão no osso são difíceis de mudar”. Daniel Macuácua, porta-voz da PRM, em Sofala, apelou às vítimas a denunciarem tempestivamente os crimes de que são alvos. Corporação acredita que com a detenção das cinco pessoas apesentadas à imprensa e reconhecidas por algumas vítimas, alguns assaltos poderão ser esclarecidos. A investigados prossegue no sentido de deter os restantes membros da quadrilha, a PRM acredita estarem a monte.

Desconhecidos assaltam, ferem e roubam na Beira

Uma pessoa ficou gravemente ferida na sequência de um assalto a uma bomba de combustível, protagonizado por 12 indivíduos armados, na madrugada da última sexta-feira (12), na cidade Beira, centro de Moçambique. A gangue ainda não foi identificada. O
@Verdade - Últimas

Desconhecidos assaltam, ferem e roubam na Beira

Uma pessoa ficou gravemente ferida na sequência de um assalto a uma bomba de combustível, protagonizado por 12 indivíduos armados, na madrugada da última sexta-feira (12), na cidade Beira, centro de Moçambique. A gangue ainda não foi identificada. O caso ocorreu por volta das 02h00 no bairro do Aeroporto e a vítima foi um agente de segurança privada que estava em serviço. Os supostos meliantes, com uma arma de fogo em punho e vários instrumentos contundentes cortantes, surpreenderam o guarda, desferiram duros golpes contra ele e amarraram-no. Ele foi socorrido para o Hospital Central da Beira (HCB), onde ficou alguns dias internando. Acto contínuo, os bandidos destruíram o vidro frontal da gasolineira e já no interior roubaram dinheiro cuja quantia não tinha sido apurada até à publicação deste texto. Daniel Macuácua, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Sofala, confirmou a ocorrência e explicou que, para além do ferimento ao guara e dos prejuízos causados, os gatunos destruíram o sistema de vídeo vigilância que tinha sido instalado na gasolineira. Na circunstância, dois bombeiros do estabelecimento lesado foram igualmente molestado pelo grupo, mas, felizmente, sem males maiores. O bandidos roubaram também cheques emitidos no próprio dia do assalto, disse Macuácua. Já na cidade de Nampula, a Polícia deteve um grupo de 30 indivíduos acusados de assassinato de pelo menos cinco pessoas durante os assaltos a residências e na via pública com recurso a armas de fogo e brancas. A gangue é composta por presumíveis malfeitores que integravam um outro grupo de criminosos que se intitulam “os que não comem”, ao qual as autoridades imputam responsabilidades em relação ao terror que se alastra em Nampula, de há tempos a esta parte.

SELO: “Os que não comem”: Mais do que um assunto da polícia, uma questão de governação ...

Surgiu, nos últimos dias, na cidade de Nampula, um grupo de jovens malfeitores que se auto denomina “os que não comem”, que vem espalhando terror e luto em algumas famílias desta urbe. No entanto, informações actualizadas dão conta que foram captura
@Verdade - Últimas

SELO: “Os que não comem”: Mais do que um assunto da polícia, uma questão de governação ...

Surgiu, nos últimos dias, na cidade de Nampula, um grupo de jovens malfeitores que se auto denomina “os que não comem”, que vem espalhando terror e luto em algumas famílias desta urbe. No entanto, informações actualizadas dão conta que foram capturados e estão as contas com as autoridades policiais. Este acontecimento parece estar a ser visto como mais um caso que envolve delinquentes, que na calada da noite ataca as pessoas para se apoderar de bens materiais e na sequência acabam tirando a vida de inocentes. Entretanto, vendo na sua profundidade dei-me conta que não se trata de malfeitores comuns. Por um lado, o “grupo dos que não comem” é composto por adolescentes e jovens com idades que variam entre os 16 e não mais do que 25 anos, salvo o erro. Por outro lado, o grupo teve a ousadia de baptizar-se com um nome peculiar e que chama a atenção. E é partir do nome adoptado por estes jovens que prefiro olhar este acontecimento. No meu ponto de vista, “Os que não comem”, querem transmitir uma mensagem clara de insatisfação face as poucos ou quase inexistentes oportunidades ou mesmo a falta de actividades que possam ocupar a mente dos jovens nesta cidade. É do conhecimento dos moçambicanos que a província de Nampula é das mais corruptas do país, desde a base da sociedade afectando o pacato cidadão, até as instituições governamentais. O clientelismo e o nepotismo tomaram conta do modo de vida dos cidadãos desta cidade e província, as oportunidades de emprego são escassas e só se fazem sentir num pequeno grupo de cidadãos com privilégios. Existe uma insatisfação generalizada por parte dos cidadãos com o governo central, e isto reflecte-se também nos períodos eleitorais. “Os que não comem” não passam de jovens excluídos e marginalizados que colocam a culpa pelo seu sofrimento, pela falta de oportunidades de emprego no governo, e na elite política do país e da província, e não tendo uma forma racional de resolver os seus problemas optam por descontar nas pessoas praticando o crime, deixando assim uma mensagem que diz: “aqui estamos nós”, “olhem por nós”, “queremos a vossa atenção”, ou por outra “também queremos comer”. A província de Nampula, em particular a cidade de Nampula já teve os seus momentos de orgulho e mérito quando brilhava nas áreas desportivas e culturais. Hoje o cenário é de desgosto. No quesito desporto, a prática tornou-se deficitária, hoje pouco desporto se pratica seja por competição ou lazer, sem mencionar a questão cultural que sequer ouve-se falar. Os espaços de recreação, de lazer e sobretudo de estímulo positivo da mente não existem. A resolução do problema como os “dos que não comem” e outros semelhantes a este e que envolvam a juventude não parte somente por mantê-los encarcerados a cumprir penas nos calabouços, porque cenários destes tem ampla probabilidade de se repetir. Dêem aos jovens algo positivo com que ocupar a mente. As decisões e não decisões do governo têm de ter em conta a juventude para que estes possam se sentir incluídos e de certa forma ocupados com algo positivo nas suas vidas. O investimento em várias áreas de educação, competição escolar e académica, recreação, desporto, cultura, etc. é fundamental, prioritário e urgente. Por Raúl Barata

3ª feira fresca no Sul e de calor no Centro e Norte; 28º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta terça-feira (16) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula continuação de tempo quente, com céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento d
@Verdade - Últimas

3ª feira fresca no Sul e de calor no Centro e Norte; 28º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta terça-feira (16) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula continuação de tempo quente, com céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento de nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala tempo fresco localmente muito quente em Tete e Sofala. Céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas, podendo ocorrer em regime moderado nos distritos de Sussundenga, Gondola, Manica, Báruè, Macossa, Tambara e Guro, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de sueste a nordeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputotempo fresco com céu pouco nublado localmente muito nublado. Chuvas fracas ou chuviscos nas províncias de Gaza e Inhambane, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de sueste a nordeste fraco a moderado. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 28 19 Xai-Xai 24 20 Inhambane 29 23 Vilankulo 29 23 Beira 30 24 Chimoio 26 17 Tete 39 24 Quelimane 35 23 Nampula 35 22 Pemba 30 22 Lichinga 31 18  

Orçamento em ano de reeleição com défice de 90 biliões de meticais e uso das Mais Valias; ...

Depois de haver falhado várias das suas promessas eleitorais Filipe Nyusi aposta num Orçamento “social” para recuperar a confiança dos moçambicanos para mais cinco anos de governação. Apesar da contenção que se impõe a despesa Pública ascende a
@Verdade - Últimas

Orçamento em ano de reeleição com défice de 90 biliões de meticais e uso das Mais Valias; ...

Depois de haver falhado várias das suas promessas eleitorais Filipe Nyusi aposta num Orçamento “social” para recuperar a confiança dos moçambicanos para mais cinco anos de governação. Apesar da contenção que se impõe a despesa Pública ascende a 340 biliões de meticais, porém o défice aumenta para 90 biliões de meticais afinal as receitas internas deverão cifrar-se em 244 biliões. A solução é reforça-las com as Mais Valias. Respondendo a Sociedade Civil a Agricultura teve uma dotação de 11 por cento do Orçamento do Estado (OE) para 2019. Com a economia ainda a crescer pouco, a expectativa do Governo é que atinja os 4,7 por cento, a inflação num dígito, 6,5 por cento, o défice a crescer, para -8,9 por cento, a prioridade em 2019 é ganhar as eleições e para isso as receitas internas, projectadas para 244,2 biliões de meticais não chegam para cobrir os custos de funcionamento, 196,5 biliões, e ainda fazer os mínimos e imprescindíveis investimentos públicos, estimados em 102 biliões de meticais. “(...) Para além da Receita que se prevê arrecadar em 2019, o Governo irá fazer o uso de receitas fiscais de mais valias de 2017, provenientes da transação da concessão da área 4 de exploração do gás natural, na Bacia do Rovuma, entre as empresas ENI e Exxon Mobil para financiar projectos de Investimento Público, nas áreas de construção e reabilitação de estradas, abastecimento de água potável, e construção de infraestruturas de saúde”, pode-se ler na proposta de Orçamento do Estado que o @Verdade analisou. Aliás o @Verdade revelou que antes mesmo do Orçamento de Estado(OE) ser aprovado pela Assembleia da República Nyusi lançou a sua campanha usando as Mais Valias que vão pagar o programa acelerado de aumento do acesso a água potável nas cidades, vilas e em zonas rurais. Com fundos da mesma proveniência deverá enfim ser reabilitada da única estrada que conecta o Sul, Centro e Norte de Moçambique e ainda retomada a construção de hospitais distritais e a finalização da construção do Hospital Geral de Nampula e do Hospital Provincial de Inhambane. O Executivo indica na sua proposta de OE que no próximo ano é que se irão sentir mais os efeitos das medidas de contenção, as admissões só vão acontecer na Saúde(2.126 novos profissionais, dos quais 80 médicos, 100 técnicos de Saúde de nível superior e 1.946 nível médio), Educação (6.413 novos professores em todos os níveis do ensino, dos quais 6.060 para o ensino primário, 153 para o ensino secundário e 200 no Ensino Técnico Profissional), e na Agricultura (399 técnicos, dos quais 283 extensionistas e 116 investigadores). Nos restantes sectores a mobilidade do pessoal da Administração Pública é a prioridade e novas contratações somente em casos excepcionais e para a contratação de 1 funcionário 3 deverão sair do quadro. No entanto, e apesar destas medidas, a despesa com pessoal deverá aumentar em 2019, mais de 12 por cento do que em 2018, para 104,6 biliões de meticais atingindo 10,2 por cento do Produto Interno Bruto, acima dos 8 por cento de massa salarial recomendada pelo Fundo Monetário Internacional. Dotação para Agricultura e Desenvolvimento Rural aumenta mais do que duplicou O sector da Educação continua a ser o que recebe a maior dotação, não fosse aquele que emprega o maior número de funcionários, e por isso aumenta para 56,6 biliões de meticais ainda assim uma redução em termos percentuais da despesa global. Para a Saúde o crescimento foi pequeno mais ainda assim a alocação cresce para 27,9 biliões de meticais, quase menos 1 por cento da despesa total comparativamente a 2018. A dotação para infra-estruturas de estradas, água, saneamento e energia reduz ligeiramente para 39,2 biliões de meticais e fica-se em 14,9 por cento da despesa global, contra 17,6 por cento neste ano. Invertendo a tendência das dotações dos anos anterior a Agricultura e Desenvolvimento Rural recebeu um aumento assinalável para 2019 que ascende a 29,1 biliões de meticais, mais do dobro dos 13 biliões de 2018, elevando a dotação para 11 por cento do Orçamento do Estado. Apesar destes, e outras apostas, sociais e eleitoralistas o Executivo de Nyusi assume que algumas das suas promessas ficarão por cumprir como a distribuição de 700 mil carteiras escolares, deverá ficar-se por 282.234 unidades, o rácio professor por alunos que a meta era baixar para 57 ficará em 62,7 alunos por turma. No que a infra-estruturas diz respeito a promessa de reabilitar 2.774 quilómetros de estradas nacionais e regionais não deverá ultrapassar os 618 quilómetros enquanto em termos de asfaltagem atingirá somente 773 quilómetros, a meta eram 2.097 quilómetros.

Camião com migrantes sofre acidente na Turquia e deixa 22 mortos

Vinte e duas pessoas, incluindo crianças, morreram quando um camião que transportava migrantes sofreu um acidente na província turca ocidental de Izmir, no domingo, disse a agência de notícias estatal Anadolu. Os destroços do camião estão em um can
@Verdade - Últimas

Camião com migrantes sofre acidente na Turquia e deixa 22 mortos

Vinte e duas pessoas, incluindo crianças, morreram quando um camião que transportava migrantes sofreu um acidente na província turca ocidental de Izmir, no domingo, disse a agência de notícias estatal Anadolu. Os destroços do camião estão em um canal cerca de 20 metros abaixo de uma estrada da qual trafegava, mostraram vídeos e fotos publicados pela Anadolu. Treze pessoas ficaram feridas e foram levadas de ambulância para hospitais próximos, disse. Um promotor público iniciou uma investigação sobre o acidente e o motorista do caminhão pode ser preso após tratamento hospitalar, acrescentou. De acordo com a agência de notícias privada Demiroren (DHA), os passageiros do caminhão eram migrantes estrangeiros que haviam chegado a um acordo com traficantes para serem transportados de barco para a ilha grega de Samos ao sul de Izmir. Nove dos feridos eram crianças, disse a DHA. Não ficou claro de onde eram os migrantes. A Turquia tornou-se um dos principais pontos de partida para mais de um milhão de migrantes que tomam a rota marítima para os países da UE em 2015, muitos fugindo do conflito e da pobreza no Oriente Médio e na África. O afluxo de migrantes foi drasticamente reduzido por um acordo de 2016 entre Ancara e a UE, depois de centenas de pessoas terem morrido na travessia para ilhas gregas a poucos quilómetros da Turquia.

Qualificação CAN 2019: Cabo Verde conquista primeira vitória no Grupo L diante da Tanzânia

A selecção cabo-verdiana de futebol conquistou, sexta-feira, no Estádio Nacional, na cidade da Praia, a sua primeira vitória no Grupo L de apuramento para Campeonato Africano das Nações (CAN) a acontecer em 2019 diante da sua congénere da Tanzânia po
@Verdade - Últimas

Qualificação CAN 2019: Cabo Verde conquista primeira vitória no Grupo L diante da Tanzânia

A selecção cabo-verdiana de futebol conquistou, sexta-feira, no Estádio Nacional, na cidade da Praia, a sua primeira vitória no Grupo L de apuramento para Campeonato Africano das Nações (CAN) a acontecer em 2019 diante da sua congénere da Tanzânia por 3 a 0. Trata-se da primeira vitória cabo-verdiana nesta competição, depois da derrotada em casa, na primeira jornada, pelo Uganda (0-1) e de um empate fora com o Lesoto. No primeiro jogo do treinador português Rui Águas no Estádio Nacional, na sua segunda experiência como seleccionador de Cabo Verde, a grande figura da partida foi o avançado Ricardo Gomes, ex-jogador do Nacional da Madeira (Portugal), que marcou dois dos três golos, aos 15 e 23 minutos, ao passo que o outro tento foi apontado pelo defesa Stopira, a seis minutos do fim do jogo. Na próxima terça-feira, Cabo Verde defrontará a sua similar da Tanzânia, em Dar es Salaam, a capital do mesmo país, em jogo da quarta jornada do Grupo L. Eis os resultados da 3ª jornada das eliminatórias para o CAN de 2019: Grupo A 13 de Outubro - Guiné Equatorial 0-1 Madagáscar 13 de Outubro - Senegal 3-0 Sudão Grupo B 12 de Outubro – Camarões 1-0 Malawi 13 de Outubro - Marrocos 1-0 ilhas Comores Grupo C 12 de Outubro - Gabão 3-0 Sudão do Sul 12 de Outubro - Mali 0-0 Burundi Grupo D 12 de Outubro - Togo 1-1 Gâmbia 12 de Outubro - Argélia 2-0 Benin Grupo E 12 de Outubro - Nigéria 4-0 Líbia 13 de outubro – África do Sul 6-0 ilhas Seychelles Grupo F 10 de Outubro - Etiópia 0-0 Quénia 11 de Outubro - Gana vs Serra Leoa (anulado por suspensão da Serra Leoa pela FIFA). Grupo G 11 de Outubro - Congo 3-1 Libéria 13 de Outubro - RD Congo 1-2 Zimbabwe Grupo H 12 de outubro - Costa do Marfim 4-0 República Centroafricana 12 de burro.– Guiné Conakry 2-0 Ruanda Grupo I 12 de Outubro - Angola 4-1 Mauritânia 13 de outubro - Burkina Faso 3-0 Botswana Grupo J 12 de Outubro - Egipto 4-1 eSwatini (ex-Swazilândia) 13 de Outubro - Tunísia 1-0 Níger Grupo K 10 de Outubro - Zâmbia 2-1 Guiné-Bissau 13 de outubro - Moçambique 1-2 Namíbia Grupo L 12 de Outubro – Cabo Verde 3-0 Tanzânia 13 de Outubro - Uganda 3-0 Lesoto Os jogos da quarta jornada são disputados de 14 a 16 de Outubro corrente. Os dois primeiros classificados de cada um dos 12 grupos qualificam-se para a fase final do CAN-2019, à excepção do grupo B que integra os Camarões, anfitrião da prova.

Corpos de 11 bebés são encontrados escondidos em antiga funerária de Detroit

Os corpos de 11 bebés foram encontrados em uma antiga funerária em Detroit, na sexta-feira, depois de as autoridades receberem uma dica por meio de carta anónima, disse a polícia. A polícia investiga o caso, após as autoridades encontrarem nove corpo
@Verdade - Últimas

Corpos de 11 bebés são encontrados escondidos em antiga funerária de Detroit

Os corpos de 11 bebés foram encontrados em uma antiga funerária em Detroit, na sexta-feira, depois de as autoridades receberem uma dica por meio de carta anónima, disse a polícia. A polícia investiga o caso, após as autoridades encontrarem nove corpos em decomposição dentro de uma caixa e dois em um caixão, todos escondidos atrás de um tecto falso na antiga Casa Funerária Cantrell, afirmou o tenente Brian Bowser a repórteres. “Temos que descobrir o que aconteceu e por que aconteceu”, afirmou ele, acrescentando que a polícia estava tentando entrar em contacto com Raymond Cantrell, antigo dono da funerária. A Reuters não conseguiu encontrar Cantrell imediatamente. As autoridades estão identificando os corpos e notificando os pais. Não está claro há quanto tempo os corpos estavam escondidos. Bowser disse que alguns dos bebés pareciam natimortos.

Duplo atentado suicida do Al Shabab deixa pelo menos 16 mortos na Somália

Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas neste sábado em um duplo atentado suicida com bomba em Baidoa, no sudoeste da Somália, cometido num restaurante e num café, informou a imprensa local. No primeiro ataque, um homem detonou o cole
@Verdade - Últimas

Duplo atentado suicida do Al Shabab deixa pelo menos 16 mortos na Somália

Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas neste sábado em um duplo atentado suicida com bomba em Baidoa, no sudoeste da Somália, cometido num restaurante e num café, informou a imprensa local. No primeiro ataque, um homem detonou o colete com explosivos que estava vestindo em um restaurante da cidade, matando pelo menos sete pessoas, segundo a rádio local «SBC». Minutos mais tarde, um segundo agressor se explodiu na popular cafeteria Beder, deixando nove mortos e ferindo um número indeterminado de pessoas. O grupo jihadista Al Shabab, que aderiu formalmente à rede terrorista Al Qaeda em 2012, reivindicou a autoria dos ataques. O duplo atentado ocorre um dia antes do primeiro aniversário do pior ataque deste grupo terrorista na história da Somália, quando 512 pessoas morreram na explosão de um caminhão-bomba em Mogadíscio. O Al Shabab foi perdendo terreno no centro e no sul do país, depois que forças americanas, junto ao Exército somali e a Missão da União Africana na Somália (AMISOM), uniram forças para combater o grupo terrorista.

Depois do tempo chuvoso calor regressa a Moçambique; 35º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta segunda-feira (15) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvisc
@Verdade - Últimas

Depois do tempo chuvoso calor regressa a Moçambique; 35º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta segunda-feira (15) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuviscos dispersos. Vento de nordeste por vezes de nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado com periodo muito nublado. Possibilidade de aguaceiros com trovoadas ou chuvas fracas principalmente na província de Manica ao entardecer. Vento de leste a nordeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas na faixa costeira. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo ameno a quente com céu muito nublado, passando a pouco nublado a limpo em Maputo e Gaza. Possibilidade de ocorrência de chuviscos durante a madrugada. Vento de nordeste a noroeste fraco a moderado, rodando para sueste ao entardecer soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 35 19 Xai-Xai 33 19 Inhambane 30 21 Vilankulo 29 22 Beira 31 23 Chimoio 34 15 Tete 39 23 Quelimane 34 23 Nampula 34 21 Pemba 31 23 Lichinga 29 15

Domingo tempo fresco e com chuvas fraca no Sul, calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este domingo (14) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvas fracas loca
@Verdade - Últimas

Domingo tempo fresco e com chuvas fraca no Sul, calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este domingo (14) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvas fracas locais. Vento de leste a nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado com periodo muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas ou chuviscos locais. Vento de sueste a leste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo fresco a frio com céu muito nublado em Maputo e Gaza, passando a pouco nublado na segunda metade do dia de domingo. Continuação de ocorrência de chuvas fracas a moderadas em regime intermitente, até as primeiras horas do dia de amanha, por vezes acompanhadas de trovoadas. Vento de sueste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas, rodando para nordeste ao entardecer. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 25 17 Xai-Xai 24 20 Inhambane 26 21 Vilankulo 28 21 Beira 30 23 Chimoio 31 18 Tete 37 21 Quelimane 31 24 Nampula 34 21 Pemba 30 23 Lichinga 27 16  

Get more results via ClueGoal